Concurseiros insones

Quem nunca ficou com o coração apertado por causa de concursos públicos que atire a primeira pedra! Há motivos de sobra para isso.

É o edital que já saiu, a prova que se aproxima, a disciplina que que não entra na sua cabeça por nada deste mundo. É o conteúdo programático imenso e você leva um mês para estudar apenas um tópico. Falta tempo, sobra cansaço.

E você pode, por vezes, ficar muito ansioso com tudo isso, a ponto de perder o sono. Isso, infelizmente, acomete muitas pessoas que estão estudando. Pena que nem todo mundo saiba que acontece.

Como as pessoas não contam que sentem este tipo de sensação, você sente um estranho no ninho. Só que este tipo de situação não é nada incomum.

banner_descomplica_concursos

É claro que não é algo desejável e você deve combater ao máximo este tipo de ocorrência. Afinal, o sono nos descansa e nos faz fixar o conteúdo.

Quando acontece, o que pode ser feito para ajudar a reverter este quadro?

Tem que existir uma solução para isso.

Primeira tática é não estudar até muito tarde, sob pena de ficar agitado e demorar a desacelerar. Perto de dormir, o ideal é fazer coisas mais relaxantes. Vale até a leitura de algum livro que não seja de estudos, pois enquanto você estiver lendo material de preparação, tenderá a ficar alerta para memorizar e aprender. Não é recomendável.

A segunda tática é fazer meditação guiada. É impressionante como exercícios de respiração fazem com que relaxemos toda a musculatura, criando uma atmosfera propícia para que o sono venha.

A terceira tática é evitar ingerir substâncias que nos deixem agitados após às 18 horas. É o cafezinho, o açaí com guaraná, o refrigerante que tem cafeína, o mate.

Por que tão cedo?

Por conta do tempo que nosso organismo leva para metabolizar e que pode refletir em nossa noite de sono.

Resumo da Ópera:

Se, ainda assim, os sintomas persistirem, procure um médico. Afinal, você pode estar com algum problema metabólico (endocronológico) ou de saúde mental, caso de procurar um neurologista ou um psiquiatra. Se o problema não for orgânico, procure um psicólogo para cuidar de suas emoções e, assim, poder voltar a dormir.

Se você quiser conversar comigo sobre essas e outras questões, siga-me no Instagram @concurseiro.solitario. Será um prazer!

Raquel Monteiro, é advogada pós-graduada em Direito Público pela Universidade Gama Filho, blogueira do Concurseiro Solitário. Já foi oficial da Marinha do Brasil e agora, todas as quintas, posta aqui no Tudo Sobre Concursos as vicissitudes da vida de uma legítima concurseira carioca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here