Como montar um plano de estudos para qualquer concurso?

Um bom plano de estudos é um ótimo aliado na sua preparação para qualquer concurso público. Estudar focado certamente é a chave para qualquer preparação de qualidade e, nesse quesito, organizar-se com o apoio de um bom plano de estudos se faz indispensável para potencializar suas chances de sucesso!

No entanto, uma grande dúvida que paira sobre a cabeça de todos os concurseiros é: qual a melhor forma de montar um bom plano de estudos que seja aplicável a qualquer concurso?

Veja abaixo algumas dicas de como montar o seu plano:

Tome ciência da sua rotina

Em primeiro lugar, você precisa conhecer a sua rotina. É essencial que você esteja ciente da sua disponibilidade de tempo para estudar, pois seu plano será baseado nisso.

banner_descomplica_concursos

Coloque no papel todas as atividades que você desempenha no seu dia-a-dia (ex: tempo gasto no trabalho, no transporte público, no lazer, etc.). Busque calcular quanto tempo você leva para executar cada tarefa. É importante que você seja sincero, para que o cálculo de tempo disponível seja o mais real possível.

Assim, você conseguirá categorizar suas atividades de acordo com uma ordem de relevância. A partir disso, diferencie aquelas que são indispensáveis daquelas que não são tão essenciais. Dessa forma, você saberá quais tarefas você pode ou não deixar de fazer para turbinar a sua rotina de estudos.

Defina um horário de estudo

Agora que você já sabe como funciona a sua rotina, bem como tem ciência dos horários livres disponíveis em sua agenda, é hora de definir um horário de estudo.

Essa definição é importante, mas saiba que o horário de estudos pode admitir uma flexibilização, a depender de eventuais necessidades.

Assim, elabore um calendário ou um quadro com horários pré-definidos para as atividades do seu dia, incluindo o tempo a ser dispensado para os seus estudos. Lembre-se também de computar períodos de intervalos (para beber água, se alimentar, ir ao banheiro, etc.) no estudo, de modo a retratar da forma mais possível a realidade de sua rotina.

Inclua revisão e exercícios em seu plano de estudos

É importante que seu plano de estudos leve em consideração a necessidade de revisar os conteúdos estudados anteriormente.

Revisar é, sem dúvidas, uma das melhores técnicas de fixação de conteúdo. Aliada à resolução de questões de provas antigas, a revisão torna-se uma ferramenta extremamente eficaz na sua preparação para concursos!

Dessa forma, não esqueça de incluir as revisões e a resolução de exercícios no seu cronograma de conteúdos!

Faça a leitura da letra da lei e estude a jurisprudência

O conhecimento da “lei seca”, ou seja, da literalidade dos dispositivos legais é um grande diferencial, quando se trata de concursos públicos. Muitos concursos cobram conhecimentos desse tipo em suas provas, de modo que o candidato mais atento às especificidades da lei sai na frente dos demais.

Por esse motivo, é necessário que você crie hábitos de leitura da lei, para se familiarizar com a redação das normas. Assim, você poderá conquistar pontos preciosos nas questões que cobram o texto da lei, ficando a par das alterações e inovações legislativas!

Importante frisar que o estudo da jurisprudência é igualmente importante ao da lei. Este pode ser feito através dos julgados veiculados nos informativos de jurisprudência disponibilizados pelos tribunais superiores.

Estude com estratégia e defina prioridades

Ao definir as prioridades do seu estudo, você não esquecerá de incluir em seu cronograma os assuntos mais cobrados pela banca organizadora do seu concurso!

Para tanto, é preciso que você realize a análise de provas e editais anteriores. A partir disso, você saberá quais os pontos do edital são cobrados com maior frequência nas provas, o que lhe ajudará a orientar sua preparação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here