• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Conheça 9 opções de pós-graduação na área da Saúde

É maravilhoso ser apaixonado pelo que faz. A sensação de que nasceu pra aquilo ajuda a suportar os contratempos da profissão. Pra quem ama cuidar de pessoas e lutar pelo bem-estar delas, após se formar, logo pensa em alguma pós-graduação na área da saúde.

É dessa forma que esse profissional dá sequência à sua profissionalização, que é infinita em todas as áreas, mas ainda mais na saúde. Sempre há novas pesquisas, medicamentos, doenças…

Todo mundo sabe que trabalhar com saúde significa estudar pra sempre. Toda evolução profissional carece de capacitação oriunda de pesquisas, hipóteses e todo tipo de questionamento.

Mas na área da saúde, a sensação deixa de ser simplesmente estudar pra ser melhor e ganhar mais. Isso meio que é consequência. O profissional da saúde tem um compromisso intrínseco e natural junto à sociedade.

Dessa forma, estudar não é simplesmente obter mais conhecimento pra passar numa prova e ser promovido. É cumprir com seu dever de buscar o bem-estar de uma comunidade.

O legal é que esse dever não tem aquela carga pesada e imperativa de obrigação. É como uma missão, que naturalmente arde dentro desse profissional.

estetoscópio preto sobre a mesa

Como escolher uma pós-graduação na área da saúde

É importante se conhecer. Se você quer contribuir pra saúde de outros, mas não suporta ver sangue, ferimentos e imagens fortes, existem outras opções.

A saúde não é composta só por enfermagem, urgência e emergência. A demanda por profissionais da psicologia, por exemplo, cresceu bastante porque a sociedade passou a perceber a importância deles.

Se a saúde mental de uma pessoa não está bem, ela terá vários problemas internos apesar de uma vida exterior “perfeita”.

Isso porque, a perfeição citada se refere a moldes e valores sociais que podem ir de encontro com o que cada pessoa considera valioso. O problema é que a gente cresce repetindo os mesmos valores dos outros.

Nas escolas primárias, o que ensinam sempre? Ter um excelente emprego pra ganhar bem e se aposentar tranquilamente.

Só que essas coisas materiais que a criança cresce ouvindo que são indispensáveis pros adultos, pra ela pode ser totalmente dispensável.

Psicologia numa sociedade ansiosa

Sabe aquela história do filho que deu certo? Ou do primo de 13 anos que já tem medalha olímpica (um beijo, Fadinha)?

“Ah, então estudar e ter um bom cargo numa multinacional é ‘quadradinho’, previsível e infeliz?” Meça suas palavras, parça.

Replay de 3 parágrafos atrás: “[…] Só que essas coisas materiais que a criança cresce ouvindo que são indispensáveis pros adultos, pra ela pode ser totalmente dispensável.

Se ela se torna uma adulta ‘quadradinha’, do jeito que foi desenhada pra ser, pode se ver infeliz”. Grifado e sublinhado pra não deixar dúvidas de que há casos e casos.

Tem gente que não quer isso, mas só se dá conta depois que chega lá. A carreira corporativa é maravilhosa se você gosta dela. A vida hipster também, se você gostar dela.

Nenhuma dessas carreiras tira o mérito do conhecimento, que abre portas por onde você passar.

Numa sociedade cada vez mais ansiosa, percebeu-se o valor dos profissionais da Psicologia. Já ouviu falar que a depressão é a doença ou o mal do século?

Há muita demanda pra profissionais de Psicologia, o que pode ser fundamental pra quem não suporta ver sangue, como dissemos, mas anseia por ajudar pessoas.

pós-graduação na área da saúde – profissional da saúde de touca e máscara

Como ler este artigo

Até agora, a gente ressaltou a importância de fazer uma pós-graduação na área da Saúde e mostrou que é um ramo perfeitamente cabível mesmo pra quem não gosta de ambientes hospitalares.

Mas não tem como fazer um artigo desse sem mencionar as profissões pra galera da Enfermagem, não é?

A importância dos Enfermeiros muitas vezes é subestimada, mas ver um profissional da Enfermagem trabalhando com brilho nos olhos é encantador.

É muita correria, trabalho e, frequentemente, discussões com Médicos. Mas se a gente parar e olhar pras funções desse profissional, vai ver a diferença que a pessoa faz.

Portanto, a gente vai citar 9 pós-graduações na área da Saúde, separadas por Enfermagem, Psicologia e, por fim, Saúde em Geral.

pós-graduação na área da saúde – estetoscópio e medidor de pressão manual

Enfermagem

Começando pela arte de cuidar, expressão frequentemente usada por pessoas Enfermeiras. Bora conhecer três opções de pós-graduação em Saúde voltadas à Enfermagem?

Enfermagem em UTI

Pacientes que estão em situações mais complicadas exigem acompanhamento mais de perto, por isso, são encaminhados à UTI.

A pessoa especializada em Enfermagem em UTI fornece a esses pacientes os cuidados necessários pra sua boa recuperação.

A rotina desse profissional é de alta complexidade, portanto, seu aprendizado deve ser focado tanto na prática da profissão como no lado psicológico da pessoa.

Existem estratégias bem específicas pra dar conta de um alto fluxo de pacientes, como em casos de acidentes e epidemias.

Enfermagem do Trabalho

O bem-estar de uma pessoa não depende só da saúde física, pois se sua mente estiver ansiosa e estressada, o corpo também sente.

É por isso que a pauta “saúde no trabalho” cresce bastante entre empresas que se preocupam com seus colaboradores.

E não é algo tão difícil de compreender, já que quando alguém está com a mente saudável, produz mais.

Ainda que o tema “saúde mental” esteja mais relacionado à área da Psicologia, profissionais de diversos ramos da saúde vêm considerando uma especialização em Enfermagem do Trabalho.

Estão de olho na crescente procura por companhias preocupadas com a saúde dos funcionários e como o trabalho impacta suas vidas como um todo.

Já que é comum passarmos mais tempo no trabalho do que na própria casa, ter um ambiente saudável e organizado contribui bastante pra saúde da pessoa.

Ainda é uma forma de pensar mais frequente em grandes organizações, porém não há dúvidas que tal conscientização chegará às PME (pequenas e médias empresas).

Portanto, a expectativa é de aumento na procura, o que torna a Enfermagem do Trabalho a pós-graduação na área da saúde essencial pra profissionais que gostam dessa abordagem.

Auditoria em Enfermagem

Mais relacionada à Administração do que às práticas da Enfermagem em si, a pós-graduação em Auditoria em Enfermagem é pra pessoa disposta a fiscalizar os processos rotineiros da equipe.

A organização dos prontuários, principalmente, é tarefa de um Enfermeiro Auditor — e a responsabilidade é muito grande.

Os prontuários constatam todos os procedimentos médicos feitos pelo hospital ou clínica. Devem ser entregues aos órgãos competentes, que cuidam do repasse das verbas.

Então, qualquer erro aqui compromete todo mundo: Médicos, Enfermeiros, Técnicos e até a Diretoria da unidade hospitalar.

pós-graduação na área da saúde – uma pessoa segurando a mão de outra

Psicologia

A demanda por Psicólogos cresce porque, como a gente disse no início do artigo, as pessoas estão valorizando cada vez mais a Saúde Mental.

Isso é excelente, pois tira os sintomas de, por exemplo, depressão da categoria popular chamada “frescura”. Mais e mais pessoas percebem que não é bem assim.

Porém, é melhor prevenir que sinais de estresse e esgotamento evoluam pra algo mais sério do que esperar pra tratá-los depois.

Então, a presença de pessoas Psicólogas no ambiente de trabalho vem se tornando comum, e a gente espera que futuramente seja algo normal.

Dito isso, bora pras opções na área da Psicologia?

Saúde Mental, Psicopatia e Atenção Psicossocial

Essa especialização é totalmente voltada aos transtornos mentais. Por isso, são os profissionais de Psicologia quem mais a procura.

A pessoa entende determinantes históricos que podem afetar a percepção de algo pelo indivíduo, fazendo-o responder de forma negativa a esse estímulo externo.

Como a gente falou no item de Enfermagem do Trabalho, o ambiente profissional afeta, e muito, a saúde mental das pessoas.

Por isso, também é um campo estudado por essa pós-graduação na área da saúde, que também abrange Saúde da Família, Dependência Química, Infância, Adolescência, entre outras áreas.

Psicologia Organizacional e do Trabalho

O trabalho do profissional especializado em Psicologia Organizacional e do Trabalho também envolve a questão do bem-estar no ambiente profissional.

São duas áreas que se complementam: enquanto a Psicologia Organizacional trabalha o capital humano, ou seja, o bem-estar das equipes, a Psicologia do Trabalho foca no indivíduo.

Mas, normalmente, o Psicólogo exerce as duas funções dentro de uma empresa, considerando os benefícios de um funcionário motivado.

Quando as vocações de uma pessoa são vistas e consideradas pelos superiores, ela se vê adepta à missão da empresa e contribui melhor.

Considerar as capacidades dos colaboradores também ajuda a prevenir a síndrome de Burnout — resultado de estresse, sobrecarga, muita competitividade etc.

A pessoa Psicóloga responsável por essa área deve se atentar aos sinais que as equipes e os indivíduos apresentam, pois algo mais sério pode estar por trás.

Uma das formas de colaborar com uma boa saúde mental no trabalho é realizando programas de autoconhecimento, estimulando o feedback (e ensinando a lidar com ele) e demais atividades que tornem a comunicação interpessoal menos pesada e mais natural.

Psicologia Positiva e Coaching

A Psicologia Positiva foca “no lado bom da vida” pra tratar alguns problemas dos indivíduos. Essa especialização carrega o nome Coaching porque aplica esse conceito corretamente, pautado na ciência.

Essa contestação é necessária porque, atualmente, surgiram muitos aconselhadores que se autointitulam Coaches.

O que muitas vezes eles não sabem é que a prática de Coaching só é permitida se exercida por um Psicólogo regular. A razão é que ele usa vários conceitos de Psicologia Positiva, mas com o devido respaldo profissional, cultural e científico.

Infelizmente, o trabalho de Coaching é mal visto por algumas pessoas, que tiveram o primeiro contato com essa profissão a partir de indivíduos que nem sequer são psicólogos.

Eles, muitas vezes, usam a Psicologia Positiva como a solução pra tudo, e dizem que todos os problemas são fruto de “preguiça”.

Mas a Psicologia Positiva real, que até hoje é estudada e praticada por Psicólogos, jamais desconsidera a importância da Psicologia Clínica, que trata “o lado negativo dos pensamentos”, como depressão, histeria e psicose.

Na verdade, estuda os pontos fortes que estimulam pessoas e comunidades a prosperarem.

pós-graduação na área da saúde – profissional da saúde de braços cruzados

Saúde em Geral

Nem só de Enfermagem e Psicologia viverá a Saúde. Tem especialização pra toda parte do corpo humano, que por serem estudos mais específicos provavelmente você descobrirá depois.

Só que existem as pós-graduações que preparam a pessoa pra atuar no contexto geral da Saúde, pensando no bem-estar de toda a comunidade.

Isso envolve a Administração Hospitalar, por exemplo, que a gente aborda logo abaixo, no item “Gestão em Saúde”. Dando um pequeno spoiler, nessa pós, a pessoa entende o que está por trás da eficiência de uma unidade hospitalar em promover saúde.

Nessa esfera, existem ações burocráticas, relacionamento social e político, fluxo de trabalho e muito mais. São elementos que fazem parte da promoção à Saúde.

Sendo assim, entenda que as três pós-graduações que a gente vai falar agora englobam, de uma maneira sutil, todas as áreas da Saúde.

Saúde Pública

Todas as medidas governamentais que garantem a saúde das pessoas compõem a Saúde Pública.

É um termo geral, que se refere a todos os profissionais que trabalham em prol do bem-estar e crescimento saudável da comunidade.

Tanto é que, em nível mundial, a Saúde Pública é trabalhada pela OMS — Organização Mundial da Saúde.

Portanto, o profissional que considera fazer essa pós-graduação precisa pensar não apenas no indivíduo, mas na comunidade, com medidas que influenciam no bem-estar de todos.

Aqui também é válido ressaltar a pós-graduação em Saúde Pública com ênfase em Saúde da Família. Como o próprio nome sugere, trata-se de um braço da Saúde Pública, no qual os agentes promovem o bem-estar no ambiente vivido por membros de uma família.

Portanto, o coletivo em questão deixa de ser uma sociedade inteira e passa a abranger os lares. É interessante porque tanto um país inteiro como um lar composto por três pessoas são comunidades. Diferentes entre si, mas são comunidades.

Então essa pós-graduação na área da Saúde Familiar preenche uma lacuna ao aprimorar, direta e indiretamente, o bom relacionamento interpessoal nos lares.

Saúde Coletiva

Olha, fazer qualquer definição de Saúde Coletiva exige um pouco de atenção, pois pode ser um pouco confuso.

O blog do Hygia, software de gestão pra unidades de saúde, defende que “este é um termo ramificado do campo de estudo da saúde pública, cujo objetivo é investigar as principais causas das doenças e encontrar meios de planejar e organizar os serviços de saúde”.

Então a melhor forma de diferenciar os dois termos é dizendo que a Saúde Pública abrange mais as áreas do diagnóstico, tratamento e prevenção.

Enquanto isso, a Saúde Coletiva é direcionada ao estudo, teorias e projeções disciplinares.

Portanto, fazer uma pós-graduação na área da Saúde Coletiva exige do profissional a atenção com todas as nuances que envolvem o assunto.

Gestão em Saúde

Trata-se de uma das pós-graduações em Saúde essenciais pra quem quer unir as habilidades administrativas com a missão de contribuir pra uma saúde melhor.

Administrar uma unidade hospitalar não é como uma empresa que se resume a escritórios, marketing e vendas.

Pra ser sincero, todo ramo dos negócios têm suas peculiaridades. Não é à toa que cada um têm especializações voltadas à gestão. Bem, no caso da Saúde não é diferente, pois existe a pós-graduação em Gestão em Saúde pra quem quer assumir a responsabilidade.

O perfil ideal pra pessoa ocupar um cargo de liderança na Saúde é, além de ser formado nessa área ou na de Gestão, a noção da importância da Organização. Seja uma clínica pequena ou um hospital de referência, trata-se do cuidado com o próximo.

Uma péssima gestão pode arruinar uma carreira e uma instituição, mas, principalmente, várias vidas.

Alguns tópicos aprendidos nessa especialização:

  • Gestão do fluxo do paciente;
  • Experiência do paciente;
  • Serviços assistenciais e de apoio;
  • Gestão integrada multiprofissional;
  • Responsabilidade social;
  • Gestão de processos de manutenção predial;
  • Tecnologia aplicada à saúde.
  • Gestão de contratos;

É como o lançamento de um foguete: se ele estiver um milímetro desalinhado, o resultado lá na frente é catastrófico.

Então, é muito mais do que organizar rotinas administrativas, pois os “clientes” — entre muitas aspas — são vidas humanas que buscam bem-estar.

pós-graduação na área da saúde – profissional da saúde fazendo análises

Não para por aí

Pós-graduação na área da Saúde é o que mais tem, usando uma força de expressão. Por isso existem médicos especialistas em áreas que você nem sequer sabia que existiam, menos ainda que havia demanda.

Mas não é todo mundo que tem esse objetivo profissional desde a infância. No entanto, há aquele que estudaram e, com o tempo, se interessaram por áreas específicas.

Isso significa que quanto mais você se expor às possibilidades, maiores as chances de se identificar em um campo de pesquisa e desenvolvimento. Portanto, não se limite às nove pós-graduações que a gente falou aqui, pois o nosso foco com este artigo é te mostrar algumas opções.

Médicos especialistas em áreas bem remotas não se tornam figuras de referência da noite pro dia. É por isso que a bagagem adquirida ao longo da trajetória profissional influencia na escolha dos passos seguintes da carreira.

A primeira etapa, portanto, é escolher uma pós-graduação e mergulhar de cabeça.

Conforme você trabalha na área e vive determinadas experiências, percebe seus valores pessoais refletidos na profissão atual (ou o contrário, quando você se dá conta de que outra profissão te representa melhor).

pós-graduação na área da saúde – profissionais da saúde conversando

Orientação Profissional

Caso você esteja com dúvidas a respeito de qual das opções escolher, a gente sempre sugere, além de fazer uma autoanálise, como já dissemos, obter uma orientação externa.

Você pode falar com algum Psicólogo do Trabalho especialista em orientação vocacional, que vai analisar o seu perfil e descobrir qual é a opção ideal.

Se você tem amigos, conhecidos, parentes ou qualquer pessoa próxima que é profissional em uma das áreas que você tem dúvida, marque um horário pra vocês conversarem sobre o trabalho.

Muitas vezes, você tem uma versão distorcida da realidade daquele ramo e essa pessoa vai te dar um panorama fiel.

Você pode se valer até das experiências vividas por essas pessoas, pra já saber o que te espera no mercado de trabalho, o que fazer e, principalmente, o que não fazer.

Se, quando você se colocar no lugar dela, perceber que adoraria estar naquela situação, parabéns, vá em frente.

pós-graduação na área da saúde – estetoscópio ao lado do notebook

Especialização a distância

Já cogitou a possibilidade de fazer uma pós-graduação na área da Saúde em EaD? Essa modalidade de ensino tem uma vantagem exclusiva, que é a de unir professores maravilhosos de todo lugar do Brasil (ou até de fora).

Isso porque a questão geográfica não é um fator limitante pra construção do corpo docente — na verdade, é um fator que nem existe.

Como as melhores faculdades se localizam em grandes centros urbanos por conta da demanda, você pode ser forçado a percorrer um longo trajeto até o campus se quiser ensino de qualidade e professores tops. Isso quando não precisar se mudar temporariamente.

Mas quando você decide fazer uma graduação ou especialização a distância em uma instituição como o Descomplica, que já nasceu 100% digital, o cenário muda totalmente — pra melhor!

Além do conforto de não precisar se deslocar até um espaço físico pra aprender, o Descomplica não está preso a limitações geográficas na elaboração do corpo docente.

Mas o EaD é reconhecido pelo MEC?

Depende de qual instituição de ensino você está falando (e a categoria do curso, vale ressaltar, já que cursos técnicos não precisam passar pelo crivo do MEC).

Todos os cursos de graduação e pós-graduação do Descomplica, por exemplo, são reconhecidos pelo MEC — e ainda possuem notas altas de avaliação.

Além disso, o diploma também é exatamente igual ao da modalidade presencial. Não sei por que, mas tem gente que acha que no diploma de EaD vem escrito bem grande “ensino feito a distância”, só que não.

E mesmo que escrevessem, as vantagens de cursar EaD são levadas em consideração por recrutadores em processos seletivos.

Já que estamos falando do Descomplica, por que você não aproveita e olha os cursos de pós-graduação na área da Saúde que nós temos? Na página de cada curso, você conhece os professores que as aplicam e pode conferir aquela questão da qualidade do corpo docente que a gente falou. Bora?