• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que os Recrutadores Consideram em um Currículo Profissional?

O seu currículo profissional é a ferramenta mais poderosa para impulsionar sua carreira. É ele que mostra para os recrutadores qual é a sua formação, suas características e trajetória de vida. Por isso, é essencial escolher muito bem as informações que estarão contidas ali dentro. 

Hoje o Descomplica desenvolveu um conteúdo completo para te ajudar a entender o que é analisado em seu currículo profissional durante um processo seletivo, o que deve estar contido no documento e o que é melhor evitar. Confira! 

O que não pode faltar no seu currículo profissional

A primeira coisa que não pode faltar em um bom currículo é uma formatação adequada. É preciso contar com organização e as informações devem estar alocadas de maneira lógica. 

As experiências profissionais precisam estar em ordem cronológica. A mais recente precisa estar no topo, e assim por diante. Passagens antigas demais, talvez não sejam mais tão relevantes. O mês e o ano que esteve na organização também deve estar contido lá, pois isso ajuda na análise de estabilidade do candidato.

A sua formação também deve estar inserida, junto com o nome da faculdade e a cidade. O mesmo vale para pós-graduação. O grau de proficiência no idioma deve ser atualizado sempre que houver mudança de nível. 

Algo que pode trazer um up para seu currículo é descrever em que aspectos você ajudou a empresa em que trabalhou a crescer e alcançar os seus objetivos.

O que não deve estar no currículo?

Da mesma forma que existem elementos que precisam estar inseridos no currículo profissional, também há aqueles que devem ser excluídos. 

Fotos, por exemplo, são extremamente desnecessárias, a não ser que isso seja solicitado pelo recrutador em questão. Características pessoais também não combinam muito com esse tipo de situação, já que o que interessa aqui são as profissionais. 

Pretensão salarial diretamente no currículo também não passa uma boa impressão. Esse tipo de informação só deve ser passada quando solicitada, normalmente no momento do envio do CV. 

Referências profissionais, como contatos de outras empresas que trabalhou, não são recomendadas, uma vez que esse tipo de dados é pessoal e não deve ser divulgado.Gostou das nossas dicas para montar o melhor currículo profissional? Então continue acompanhando o Tudo Sobre Pós para saber ainda mais.