• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que é uma startup escalável? Conheça esse modelo de negócio

O maior objetivo de qualquer negócio é se expandir. Portanto, escalabilidade é a palavra do momento. Mas o que é uma startup escalável? Conhecer esse conceito é fundamental pra entender como as startups pretendem se tornar grandes empresas.

Dessa forma, a escalabilidade atrai investidores anjo e fundos de venture capital. Sendo assim, é uma estratégia de expansão, com emprego de menos recursos. Em suma, a proporção de custos será inferior ao crescimento do negócio.

Assim, essas startups conquistam mais clientes, investidores e, consequentemente, obtêm maiores lucros. A escalabilidade permite que startups se tornem empresas de grande porte, pois não compromete o orçamento durante seu processo. Mas como isso funciona na prática?

Uma startup escalável mantém baixos custos de produção, recursos humanos e operações gerais. Portanto, seu orçamento é enxuto e simples. Há o emprego inteligente e certo dos recursos, de forma a evitar desperdícios. 

Como resultado, essas startups conseguem atender às demandas de clientes, mesmo em processo de expansão. Quer entender melhor tudo isso? Então, vem com a gente! 😊

Entendendo o que é uma startup escalável na prática

Pra entender como uma startup adota a escalabilidade, é preciso conhecer uma ferramenta: market fit.

Dessa forma, o market fit consiste em realizar investimentos e testes até encontrar o modelo ideal de seus produtos e serviços. Ou seja, aquele que satisfaz seus clientes, soluciona problemas e proporciona altos lucros.

Consequentemente, empreendedores realizam novos investimentos e testes com o mesmo objetivo. Sendo assim, potencializam seus lucros enquanto expandem o negócio. É assim que se caracteriza uma startup escalável.

Investimentos realizados por uma startup escalável

Uma startup escalável diversifica seus investimentos de acordo com suas metas. Dessa forma, ao reduzir custos no processo de expansão, é possível investir em marketing e relacionamento com clientes.

Desse modo, o negócio adquire um destaque ainda maior, aumentando sua base de clientes. Assim, uma startup escalável busca lucros expressivos, por meio de investimentos ousados, sem comprometer a qualidade de seus produtos e serviços.

Com as rodadas de investimentos e testes dos lançamentos, a startup otimiza esse processo. Além disso, atrai cada vez mais investidores. Portanto, vai escalando rumo ao crescimento.

Como tornar um negócio escalável?

Pra que um negócio se torne escalável, é necessário seguir alguns passos. Pra isso, existem algumas dicas que a gente trouxe pra você aplicar na sua empresa. Veja!

1. Estude a estrutura do negócio

É fundamental analisar toda a estrutura da startup. Sendo assim, é importante calcular o custo de operação, contendo todos os investimentos necessários.

Dessa forma, é possível visualizar a viabilidade do plano de ações. Além disso, o custo pra aquisição de clientes também deve ser considerado. Consequentemente, a startup mantém seus custos reduzidos.

2. Crie processos padronizados e repetíveis

Pra compreender o que é uma startup escalável, é preciso destacar a importância dos processos padronizados e repetíveis. Dessa forma, pra garantir o crescimento com investimentos agressivos, as startups criam um ciclo.

Afinal, ao realizar sempre os mesmos investimentos e testes, essas empresas mantêm os custos em baixos níveis.

3. Utilize métricas

Pra aperfeiçoar os resultados, é imprescindível usar métricas. Dessa forma, é possível acompanhar a performance dos testes e lançamentos.

Assim, a startup realiza melhorias em seus procedimentos, garantindo o crescimento.

E você, já pensou em implementar um modelo de startup escalável? Então, a Pós Online em Empreendedorismo e Desenvolvimento de Startups da Faculdade Descomplica é perfeita pra você!