• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Confira o que é e como aplicar a inteligência de mercado em seu negócio!

Você sabe o que é inteligência de mercado ou pra quê ela serve? Bom, de início, você precisa levar em conta que as empresas de hoje em dia precisam investir em boas estratégias de marketing pra obter resultados.

Por conta disso, tais estratégias precisam ser bem delineadas e focadas em determinados objetivos como, por exemplo, aumentar o número de vendas.

Pra isso, uma boa opção é apostar na estratégia de marketing chamada inteligência de mercado. Portanto, nesse post vamos explicar o que é inteligência de mercado e como aplicar em seu negócio. Então bora lá?!

o que é inteligência de mercado – cliente escolhendo sapatos para comprar

O que é inteligência de mercado?

Hoje em dia, há diversas estratégias de marketing, uma delas é a inteligência de mercado ou inteligência competitiva. Tal estratégia consiste na busca e coleta de informações pra obter ideias.

Com essas ideias, a empresa precisa interpretar os dados coletados pra aprimorar seus produtos ou serviços. Esses dados podem ser:

  • Como o produto ou serviço é visto pelos clientes e mercado;
  • Avaliar se o preço do seu produto ou serviço é coerente com o mercado;
  • Encontrar diferenciais pro produto;
  • Descobrir como os consumidores enxergam a marca;
  • Conhecer a fundo potenciais clientes e os que já possui;
  • Analisar a concorrência;
  • Compreender o mercado.

Pra coletar esses dados, as principais metodologias adotadas pelas empresas são: análise SWOT e de dados, benchmarking, mystery shopping e monitoramento de mídia.

Quando as empresas aderem a essa estratégia, elas lideram em questão de competitividade. O motivo dessa liderança é devido à quantidade de dados obtidos. Logo, quanto mais dados valiosos puder obter, melhor.

Um dos benefícios desse tipo de pesquisa é conhecer o público-alvo da empresa. Dessa forma, é possível saber como converter visitantes em leads e depois em clientes.

Além disso, empresas que adotam a inteligência de mercado costumam sair na frente de seus concorrentes, aprendem com o erro de outras empresas, se diferenciam e identificam oportunidades de inovação.

A estratégia de inteligência de mercado pode, ainda, coletar dados de fontes governamentais e pesquisas feitas por outras empresas e classificá-los como dados secundários.

Portanto, agora que compreendeu o que é inteligência de mercado, confira como aplicar aos negócios e quais empresas utilizam essa estratégia.

o que é inteligência de mercado – profissionais em reunião na empresa

Uso da inteligência de mercado nos negócios

As empresas que utilizam inteligência de mercado como estratégia são, normalmente, de médio e grande porte, portanto, já possuem experiência no mercado.

Além disso, pequenas empresas também podem usar essa estratégia, mas o ideal nesses casos é focar apenas em descobrir qual o público-alvo e seus costumes.

Logo, o profissional que decide esses e outros fatores que vamos listar abaixo é o analista de inteligência de mercado.

Figura do analista de inteligência de mercado

Em primeiro lugar, o profissional responsável por executar a coleta dos dados primários e secundários já destacados acima é o analista de inteligência de mercado. Pra ser um analista de mercado de sucesso, é necessário dominar algumas habilidades como:

  • autogerenciamento;
  • comunicação assertiva;
  • pensamento analítico;
  • raciocínio lógico.

O salário deste profissional depende do tamanho da empresa e do tempo de experiência, mas pode faturar até R$ 15 mil de acordo com o Guia Salarial da Robert Half.

Atualmente, não há um curso específico pra se tornar analista de inteligência de mercado, no entanto, é necessário que tenha proficiência em inglês e uma pós-graduação no currículo.

Portanto, vamos conferir a seguir como esse profissional pode aplicar a inteligência de mercado nos negócios.

Como aplicar essa estratégia?

De início, a empresa precisa ter em mente quais serão os indicadores de desempenho, isto é, quais são os dados a serem analisados.

A sigla pra esses indicadores é KPIs (Key Performance Indicator) e, pra defini-los, o analista de inteligência de mercado, em conjunto com a empresa, precisa saber o que buscar, como por exemplo, aumentar as vendas nas redes sociais.

Nesse caso, os dados que o analista deve ficar de olho e coletar são: visitas ao perfil, interações nos posts, entre outros.

Em seguida, após definir os KPIs, é necessário escolher uma ferramenta pra ajudar na análise e monitoramento dos dados, além de configurá-la corretamente.

Algumas das opções de ferramentas são o Google Analytics e ferramentas específicas pra gestão de redes sociais. O próprio Facebook possui uma ferramenta pra gestão de páginas do Instagram.

Por fim, é importante prestar atenção na qualidade e interpretação de dados, ou seja, é preciso que os dados sejam segmentados, filtrados e organizados.

Feito isso, procure eliminar aqueles que a empresa julgar não mais necessários. Além disso, é necessário implantar backups pra que, em casos de perda de dados, seja possível recuperá-los.

Dessa forma, a interpretação dos dados, em conjunto com o mercado consumidor, segmento do negócio, entre outros que ela julgar necessário, vai fornecer ideias capazes de colocar a empresa na frente de seus competidores.

Pra finalizar a estratégia, em posse dos dados interpretados, como o objetivo é vender mais nas redes sociais, a empresa pode realizar postagens em horários específicos, interagir mais com os seguidores, entre outros elementos.

Então, agora que já aprendeu o que é inteligência de mercado, como aplicar em seu negócio e viu que, pra ser um analista de inteligência mercado precisa ter uma pós, que tal dar uma olhada em nossos cursos de pós-graduação? Com certeza você vai adorar!