• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que é ética profissional e qual a sua importância?

Tá aí uma palavrinha cheia de interpretações: ética. Mas não é preciso muito esforço pra entender do que ela se trata. Neste artigo, a gente vai falar a respeito, mas relacionando-a à carreira: o que é ética profissional?

A julgar pelo termo bonito, será que são recomendações pra ter uma jornada empresarial admirada e respeitada? Negativo.

Esse termo está relacionado aos valores éticos dos profissionais, da profissão e da empresa da qual uma pessoa faz parte.

O objetivo sempre é estimular um bom relacionamento com colegas de profissão e um excelente convívio social pautado em boas maneiras de convivência.

Portanto, é errado falar que a ética é a própria determinação. Na verdade, as normas e diretrizes é que se apoiam nela, considerando-a como princípio.

Tá vendo como pode ser tudo muito confuso? Este artigo vai ajudar a esclarecer de uma vez por todas, então vamos nessa?

o que é ética profissional – pessoas conversando no ambiente de trabalho

O que é ética profissional?

As empresas têm objetivos financeiros, mas não se pautam apenas na obtenção de lucro, já que estão inseridas numa sociedade, que, portanto, têm seus valores, costumes, culturas e comportamentos.

É importante que a organização seja bem-vista pelas pessoas, independentemente de serem clientes ou não. Isso significa que considerar o padrão ético desse grupo é fundamental.

A gente percebe isso quando vê uma companhia ser massacrada nas redes sociais e até em manifestações públicas por declarações ou posicionamentos indevidos, como preconceito e discriminação.

Nesses casos, a empresa é chamada (dentre muitos outros termos) de antiética.

Ou seja, a gente pode definir a ética profissional como o conjunto de atitudes positivas e íntegras numa profissão e/ou organização.

 óculos sobre papéis

O que é Código de Ética?

Conforme o Instituto Para o Desenvolvimento do Investimento Social, o Idis, “o código de ética é um instrumento composto pelos valores e princípios da empresa, concretizando sua visão e missão”.

A gente vê, aqui, um sinal de algo importante: se existe uma formalização dessa pra fixar o que uma empresa deve considerar fundamental — afinal, reflete a missão e a visão — está claro o comprometimento que ela tem com a ética.

Todos os profissionais e parceiros comerciais devem estar de acordo, o que nos leva a outra confusão: o código de conduta.

Código de conduta

Tem gente que acha que é a mesma coisa que código de ética, mas não é. O código de conduta é um guia, no qual a visão e missão são detalhadas, ressaltando também os princípios e valores.

Nele, a empresa explica como proceder em algumas situações e, muitas vezes, usam exemplos reais pra não deixar dúvidas.

Não, não há espaço pra dúvidas nesses dois documentos porque eles são públicos. Já viu uma empresa se desculpar publicamente por uma atuação antiética de algum funcionário?

Ela sempre diz algo como “esse comportamento não está de acordo com nosso código de ética, por isso, o profissional foi afastado”.

Pra usarem o código de ética (ou de conduta, já que se complementam) como amparo, ele precisa ser claro, direto ao ponto, com linguagem de fácil compreensão e, principalmente, acessível.

Dessa forma, qualquer pessoa poderá ver que, realmente, a empresa se preocupa com a questão.

o que é ética profissional – pessoas no computador e conversando no escritório

Qual a importância da ética no ambiente de trabalho?

Em essência, ela orienta o profissional ao bom cumprimento de suas tarefas, o que significa que todas as profissões têm seu próprio código de ética.

Numa empresa, a ética profissional também facilita a comunicação, logística e, principalmente, as decisões internas (equipes, colaboradores, investidores e parceiros de negócio) e externas (transações e relacionamento com stakeholders).

Esse é o primeiro motivo pelo qual todos os profissionais regularizados devem seguir as recomendações éticas da sua categoria. Elas estimulam o desenvolvimento adequado e saudável pra todo mundo.

A segunda razão é que a pessoa que descumpri-la pode perder o direito de exercer a profissão.

Quem cuida ou fiscaliza isso são sindicatos e conselhos. Veja três exemplos:

  • Coren — Conselho Regional de Enfermagem;
  • CRM — Conselho Regional de Medicina;
  • Confea — Conselho Federal de Engenharia e Agronomia.

Todos esses conselhos têm grande responsabilidade quando o assunto é ética.

Afinal, o objetivo é que não haja abuso de poder, injustiças, desrespeito etc., assim como toda profissão deve proporcionar segurança, piso salarial e condições dignas.

Dessa forma, a ética contribui pra um ambiente de trabalho justo, digno e favorável ao profissional.

o que é ética profissional – pessoas analisando papéis no escritório

Como ser ético no ambiente de trabalho?

Não tem segredo. A ética profissional está pautada no estímulo ao bom relacionamento entre os envolvidos em uma negociação, no tom de voz da marca, nas ambições dos diretores, etc.

Sendo assim, só o bom senso serve como um guia do que é ser um profissional ético. Veja:

  • ser responsável — se te deram uma tarefa, é ético realizá-la no prazo e com qualidade;
  • ser compreensível — por melhor que uma pessoa seja na execução das tarefas, alguns imprevistos podem acontecer. Um líder precisa ser compreensível porque nem tudo está sob o nosso controle;
  • sinceridade sem medo — se você já tem muitas tarefas pendentes, não tenha medo de recusar novas. É melhor que tentar abraçar o mundo e ter pequenas crises de ansiedade com prazos encerrando. Inclusive, isso pode ser prejudicial pra sua saúde mental;
  • dar feedbacks — isso vale pra líderes e subordinados. Não espere um programa de depoimentos anônimos pra falar o que te incomoda. A comunicação é muito importante pra todo mundo;
  • saber receber feedbacks — não leve pro lado pessoal quando alguém te advertir sobre algo que você fez. Só se, realmente, for algo pessoal (tipo, reclamarem que você está usando o mesmo tom de batom há vários dias). Feedbacks devem te ajudar a ser cada vez mais excelente na sua profissão;
  • faça elogios — não seja como a Meryl Streep n’O Diabo Veste Prada. Se te entregarem o manuscrito inédito do Harry Potter, agradeça e elogie o trabalho (não confunda com “puxa-saquismo”, pelo amor de Deus).
 bandeira do Brasil com o centro em destaque

Para concluir

Ordem e Progresso, queridos leitores. A ética profissional busca constantemente o cumprimento desse lema. Eu diria até que isso poderia ser os princípios dessa definição.

Agora que você tá mais inteirado sobre o que é ética profissional, antes de tomar alguma decisão, esteja certo que é ético fazer isso.

Se você quer ser jornalista, entenda sobre o sigilo da fonte e as informações em off. Se quer seguir a área do direito, saiba até que ponto vai o segredo entre cliente e advogado.

Tudo isso é falado em todos os cursos de graduação e pós-graduação do Descomplica, e a gente recomenda que você dê importância a essas aulas, pois lhe será cobrado.