• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que é Educação Inclusiva? Tudo o que você precisa saber

Todo mundo é capaz de aprender, mas pra pessoas com necessidades especiais, isso pode ter um ritmo diferente do habitual. Por isso, a Educação Inclusiva é tão importante pra garantir a essas pessoas o direito ao aprendizado.

Se você leciona, é parte da sua função garantir um ambiente próspero de estudo pra todos os seus alunos, e isso inclui crianças e jovens com:

  • qualquer tipo de deficiência;
  • transtornos globais de desenvolvimento; 
  • superdotação;
  • classes sociais diferentes;
  • religiões, gêneros e etnias diferentes.

Bom, só de você estar lendo esse texto, já demonstra preocupação com o assunto, o que é excelente! Então continue com a gente pra saber como promover uma educação sem exclusão e como se especializar na área.

O que é e qual a importância da Educação Inclusiva - menino de óculos escrevendo em um papel em uma sala com outras crianças

O que é Educação Inclusiva e qual a importância?

A Educação Inclusiva ou o Atendimento Educacional Especializado (AEE) é um modelo de ensino que valoriza a diversidade dos estudantes e viabiliza a inclusão, especialmente de pessoas com deficiência.

A diferença desse modelo pro “ensino especial” (sistema ultrapassado de ensino que separava alunos com limitações), é que no AEE todos os educandos convivem no mesmo ambiente.

Sendo assim, entende-se que a convivência entre pessoas plurais desenvolve o respeito desde cedo e prepara as crianças pra socialização.

Como transformar a educação

Pra pôr esse método inclusivo em prática, profissionais de instituições de ensino precisam preparar-se pras dificuldades individuais de discentes. Além dos professores, outros atores também têm um papel importante nesse processo:

  • psicólogos;
  • fonoaudiólogos;
  • gestores;
  • pais.

Por isso, a escola deve ter um plano pedagógico que promova empatia e acolhimento. Devem incentivar a adequação dos seus funcionários e investir em equipamentos e tecnologias específicas.

Este também é um papel do Governo, segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). A norma fala, no seu Capítulo III, art. 4º, inciso III, que é dever do Estado garantir o “atendimento educacional especializado gratuito aos educandos com necessidades especiais, preferencialmente na rede regular de ensino”.

A importância do professor capacitado

Como visto acima, o AEE vai muito além do professor — é necessário o engajamento da sociedade, dos pais e diretores pra dar certo. No entanto, sem dúvida, professores são peças-chaves nesse modelo, capazes de abrir muitas portas.

Sozinho, pode ser que um professor não resolva todos os problemas do aluno, mas pode ajudá-lo muito. Por isso, independentemente do local onde você vai ensinar, vá preparado com muita técnica e empatia pra atender às necessidades mais básicas dos seus pupilos.

Pós-graduação em Educação Inclusiva - menina sorrindo com headphone no ouvido

Pós-graduação em Educação Inclusiva

A melhor forma de ser um profissional qualificado pra atender a essas demandas é se tornar um especialista em EAA. Esse tipo de pós-graduação pode ser encontrada online, na modalidade de MBA.

Nela, você aprende assuntos relacionados à Psicopedagogia, passa por muitas reflexões sobre os desafios no ensino, além de aprender diversas atividades práticas.

Ao final do curso, o profissional estará apto a:

  • identificar pontos de melhoria na sua escola;
  • identificar melhorias na sua própria metodologia;
  • aprender a lidar com situações conflituosas com alunos e pais;
  • usar a tecnologia a favor da inclusão;
  • eliminar barreiras entre crianças e aprendizado.

Democratização do ensino é o lema da Faculdade Descomplica, então, se quiser fazer parte dessa transformação na educação, não deixe de dar uma olhadinha nas Pós em Educação Inclusive.