• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Faculdade de economia: tudo o que você precisa saber sobre o curso!

Se você se dá bem com números, mas, ao mesmo tempo, não dispensa um bom debate que envolva filosofia e política, a faculdade de Economia pode ser uma ótima ideia, sabia?

Afinal, ao contrário do que muitos acham, o curso não se baseia apenas em cálculos e mais cálculos.

Na verdade, a área é bem abrangente. Sendo assim, há várias oportunidades de atuação.

Pra te ajudar a decidir se esse é o curso ideal, a gente preparou este post com tudo o que precisa saber.

Dessa forma, você vai descobrir como é a graduação, quais matérias estão na grade, quanto tempo dura e muito mais.

Além disso, você vai saber também onde um economista pode atuar, quais são os desafios profissionais e quanto é média de salário. Bora lá?!

pessoa analisando papéis e notebook sobre a mesa

Afinal, como é a faculdade de Economia?

Conforme falamos, a faculdade de Economia não se resume a cálculos. Assim, um economista analisa dados matemáticos em conjunto com fatos históricos e estatísticas gerais.

Desse modo, os profissionais conseguem traçar tendências da economia de uma determinada região, país ou, até mesmo, do mundo.

Então, ao reunir e avaliar todos esses dados, pode indicar mudanças pra preservar ou ampliar o patrimônio pessoal de uma empresa ou de uma região.

Em outras palavras, o curso de Economia está relacionado à compreensão da dinâmica econômica e financeira da sociedade.

Ou seja, procura entender como o sistema econômico impacta o dia a dia das pessoas e busca formas de torná-las mais prósperas resolvendo os problemas.

Assim, um economista faz toda a diferença na vida das pessoas e das empresas, pois se torna parte essencial nas decisões que afetam a sociedade.

faculdade de economia – pessoa estudando e mexendo no notebook

Então, o que se estuda na faculdade de Economia?

Certo, num primeiro momento, é válido saber que a grade curricular da faculdade de Economia é bastante abrangente.

Nela, há conceitos sobre o pensamento econômico e histórica econômica, além das matérias voltadas à profissão como Matemática, Estatística e Econometria.

Ainda, há outras disciplinas, como:

  • Microeconomia;
  • Macroeconomia;
  • Conceitos de Administração e Gestão;
  • Contabilidade;
  • Empreendedorismo;
  • Matemática Financeira;
  • Técnicas de Pesquisa;
  • Desenvolvimento Socioeconômico;
  • Análise de Investimentos;
  • Técnicas de Negociação;
  • Economia Nacional e Internacional;
  • Sociologia.
faculdade de economia – estudando no sofá com notebook, papéis e canetas

Quanto tempo dura o curso?

Por fim, por determinação do Ministério da Educação, o curso de Economia deve ter 3 mil horas, no mínimo. Isso equivale a aproximadamente 4 anos. A graduação em Economia pode ser feita tanto presencialmente quanto à distância.

Aliás, a faculdade de Economia EaD é uma excelente opção, pois permite que você estude de acordo com sua rotina. Além disso, outra vantagem é que o diploma do curso a distância tem o mesmo valor do presencial.

Com relação aos valores, variam bastante de acordo com cada instituição. Porém, os cursos a distância são bem mais acessíveis.

pessoa sorrindo e tomando café no escritório

E o que um Economista faz?

A profissão é regulamentada por lei. Então, pra exercer a atividade, você precisa obter um registro junto ao Conselho Regional de Economia — Corecon. As melhores oportunidades estão nos grandes centros urbanos.

Depois de concluir a faculdade de Economia, você será capaz de:

  • prestar consultoria financeira;
  • conduzir pesquisas;
  • orientar investidores;
  • fazer estudos de mercado e de viabilidade econômica pras empresas;
  • elaborar relatórios e análises;
  • avaliar o patrimônio econômico-financeiro das empresas;
  • fazer um levantamento da variação dos preços pra compor indicadores econômicos;
  • elaborar planejamentos estratégicos pra empresas;
  • atuar como auditor;
  • fazer análises de mercado interno e externo.

Se você pretende trabalhar no setor privado, saiba que os bancos, seguradoras e corretoras são as maiores empregadoras. Por sua vez, no setor público, são as Secretarias Estaduais, Ministérios e Bancos Públicos.

Salário de um economista

Por sua vez, o salário médio inicial é de R$ 3.800,00, podendo chegar a R$ 6 mil com o desenvolvimento da carreira. Muito bom, né?

Como você viu, fazer faculdade de Economia abre um bom leque de opções pra você atuar no mercado e fazer a diferença na sociedade.

Afinal, o profissional tem todo o conhecimento necessário pra ajudar qualquer negócio a prosperar cada vez mais!