• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Como criar uma estratégia de carreira

Sabe aquele meme comparando a realidade dos nossos pais aos 24 anos com a nossa? Pois é! Há alguns anos, enquanto muitos deles, ainda na casa dos 20, já atuavam em uma profissão, nós, por volta da mesma idade, nos perguntamos o que gostamos no mundo profissional e como podemos criar uma estratégia de carreira.

A verdade é que, de lá pra cá, muita coisa mudou. Impossível comparar o “trabalho” das gerações anteriores com a atual — principalmente pelo novo olhar e sentido que buscamos dar a esse conceito.

Não queremos mais apenas cumprir a carga horária das 8h às 18h e receber o salário no final do mês; queremos evoluir na nossa carreira, atrelar o desenvolvimento profissional à satisfação pessoal e, claro, nos movimentar sempre.

E como seguir esse caminho sem se perder no meio? Se liga aqui que a gente te ajuda.

Criando uma estratégia de carreira

Pensando em quem está buscando caminhos para desenvolver a carreira com estratégia, lançamos o Cola no Corre — podcast original da Faculdade Descomplica — que traz discussões sobre a realidade atual do mercado de trabalho, dicas de empreendedorismo e as vozes de profissionais experientes para compartilhar estratégias de carreira.

Neste primeiro episódio, nosso Host, Fabrício Oliveira, conversou com Andréa Krug, especialista em carreira e professora da Faculdade Descomplica, e Éder Monteiro, Head de Recursos Humanos da Zydus e organizador do TEDx no Rio de Janeiro, para falar sobre ‘Como criar uma estratégia para sua carreira’.

Carreira e estratégia

Já parou pra pensar como a falta de foco pode influenciar na sua vida profissional?

Ter foco é uma das principais estratégias para não se perder no caminho e, como bem pontuou Andrea, esse caminho é uma trilha e não um trilho (que você não pode sair de jeito nenhum). 

As possibilidades de carreira estão aumentando cada vez mais e uma pessoa que acaba de se formar em Jornalismo, por exemplo, pode atuar em diversas áreas: repórter, assessoria de imprensa, comunicação interna, marketing digital e por aí vai.

Por isso, quando falamos de estratégia para carreira, precisamos levantar algumas questões: você sabe em que, realmente, manda bem? Onde quer se aprofundar? Que tipo de percurso quer seguir? 

Isso não significa que você não possa ter experiências em diferentes áreas, mas é importante entender a profundidade dessas perguntas para saber onde quer chegar

Andréa Krug deu o seu conselho: “Às vezes, a gente tem que dar um passo pro lado, entendendo que isso vai nos levar para um outro lugar lá na frente. Estratégia é fazer essa escolha de forma consciente”. 

Ou seja, alargar o conhecimento é sempre válido, mas é preciso cautela para não perder o foco naquilo que você realmente deseja. 

Muitas vezes, quando não se está atento ao propósito, o tempo passa e você se perde sem ao menos perceber: quando vê, já se passaram 5, 10, 15 anos, até que role aquele estalo: estou onde eu gostaria de estar? Estou assumindo o papel de protagonista da minha história? 

Como gestor de pessoas, Éder Monteiro disse que não é difícil identificar os profissionais que estão mais preocupados com a carreira do que em cumprir a carga horária.

“As pessoas que têm foco em carreira são mais inquietas: se preocupam em como estão indo, fazem questão de pedir feedback e de saberem onde é que podem melhorar”, comentou o Head de RH da Zydus.

Hora de criar sua estratégia de carreira

Já deu pra sentir o nível dessa conversa, né?! Não é à toa que a Andréa Krug e o Éder Monteiro são os brabos do desenvolvimento de carreira. 

Ainda no nosso papo, falamos sobre o papel dos gestores, os fatores de sucesso, como trabalhar para descobrir habilidades e, claro, como os nossos convidados organizaram os próprios planos de carreira e quais foram os benefícios profissionais dessa estratégia. 

👉 Confira na íntegra o primeiro episódio do ‘Cola no Corre’

Para encerrar, uma frase que não é do ‘Pequeno príncipe’, mas vai te fazer refletir da mesma maneira: “As coisas se juntam e se conectam se a gente tem foco e disciplina para seguir em frente” Andrea Krug.