Dúvidas Frequentes

1.
Qual a diferença entre a primeira e a segunda opção de curso do Sisu?

A primeira opção é o curso e universidade que você mais quer – simples assim! Mas também é importante pensar de maneira estratégia na hora do Sisu: se você não estiver com sorte e sua nota final for muito inferior às notas de corte parciais da sua primeira opção, melhor tentar algum curso para o qual você tenha alguma chance de ser aprovado. Assim, mesmo que não seja aprovado na primeira chamada da primeira opção, pode tentar a lista de espera!

Já a segunda opção é um plano B mais seguro. Isso quer dizer que ela deve ser um curso para o qual você tenha todas as chances de passar. Assim, se a primeira opção não der certo, pelo menos você garante uma vaguinha na segunda opção. E se você for aprovado na sua segunda opção, ainda dá para participar da lista de espera para a primeira!

2.
Existe uma nota mínima para participar do Sisu?

Depende. Desde a edição do Sisu de 2017, as instituições passaram a ter mais autonomia e flexibilidade para usar a nota do Enem no processo seletivo. Assim, as universidades que fazem parte do Sisu podem exigir uma nota mínima para cada prova, área do conhecimento e/ou para uma média.

3.
Quem pode concorrer a uma vaga no Sisu usando a Lei de Cotas?

Os candidatos do Sisu que podem participar da modalidade de concorrência voltada para Lei de Cotas são aqueles que:

  • Tem renda familiar bruta per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram todo o Ensino Médio em escolas públicas
  • São autodeclarados negros, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram todo o Ensino Médio em escolas públicas
  • Independente da renda, cursaram integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.
  • São autodeclarados negros, pardos ou indígenas que, independente da renda, cursaram todo o Ensino Médio em escolas públicas
4.
Posso modificar as opções depois de concluir a inscrição no Sisu?

Você pode alterar suas opções de curso e instituição no Sisu quando e quantas vezes quiser dentro do prazo de inscrição. Apenas a última escolha feita nesse período será levada em conta.🙂 Veja mais sobre a inscrição do Sisu aqui!

5.
Como eu sei se fui aprovado no Sisu?

Para saber se você foi aprovado na sua primeira ou segunda opção de curso, é só fazer seu login no Sisu na data marcada para os resultados e consultar a página em que você escolheu suas opções e que também mostra sua colocação.

Se você conseguiu passar na primeira opção, a segunda é automaticamente cancelada. Mas, se não deu pra ficar dentro da nota de corte da primeira opção, você ainda pode ter sido aprovado para a segunda opção de curso – o que também significa, é claro, que você tem que estar acima da nota de corte dela para ser classificado na primeira chamada.

6.
Como funciona a lista de espera do Sisu?

Você pode participar da lista de espera se:

  • Não foi selecionado nem na sua primeira nem na sua segunda opção na primeira chamada
  • Foi selecionado apenas na segunda opção

Ou seja, você só fazer parte da lista de espera para sua primeira opção de curso e universidade, ok?

Para participar, você deve acessar o seu boletim, na página do Sisu, e confirmar seu interesse em participar da lista de espera dentro de um prazo estabelecido. As próprias instituições de ensino ficam responsáveis por organizar e fazer as chamas desta lista – acompanhe diretamente com elas as convocações para matrícula!

7.
Participei do Sisu em etapas anteriores e fui selecionado. Posso concorrer novamente?

Sim! O único requisito para participar do Sisu é ter feito a edição atual do Enem, independentemente de quantas vezes você já tenha feito a prova e concorrido no sistema antes.

Lembrete: um estudante de graduação não pode ocupar duas vagas ao mesmo tempo em instituições públicas, você deve optar por uma delas!

8.
Estou atualmente matriculado em uma instituição de ensino superior. Posso concorrer novamente no Sisu?

Sim, você só precisa ter feito a edição atual do Enem para concorrer no Sisu. Mas lembre-se: um único candidato não pode ocupar duas vagas em universidades públicas, ok?

9.
O MEC oferece algum auxílio para os estudantes selecionados pelo Sisu?

O Ministério da Educação (MEC) direciona recursos específicos para programas de assistência estudantil para cada instituição que participa do Sisu. A implementação é feita diretamente por elas. Onde você quer estudar? É legal se informar como esse auxílio funciona na universidade que te interessa!

Dica: muitas delas usam o Programa de Bolsa Permanência, que é um auxílio financeiro para candidatos em situação de vulnerabilidade socioeconômica e estudantes indígenas e quilombolas. Pode ser que você se encaixe em um desses casos!