Questão 36 da prova azul do primeiro dia do Enem 2021

TEXTO I

TEXTO II

As máscarqas não foram feitas para serem usadas; elas se concentram apenas nas possibilidades antropomórficas dos recepientes plásticos descartados e, ao mesmo tempo, chamam a atenção para a quantidade de lixo que se acumula em quase todas as cidades ou aldeias africanas.

FARTHINGS, S. Tudo sobre arte

Romuald Hazoumé costuma dizer que sua obra apenas manda de volta ao oeste o refugode uma sociedade de consumo cada vez mais invasiva. A obra desse artista africano que vive no Benin denota o(a)

  1. empobrecimento do valor artístico pela combinação de diferentes matérias-primas.
  2. reposicionamento estético de objetos por meio da mudança de função.
  3. convite aos espectadores para interagir e completar obras inacabadas.
  4. militância com temas da ecologia que marcam o continente africano.
  5. realidade precária de suas condições de produção artística.

Comentário da questão

O artista Romuald Hazoumé recorre ao aproveitamento de objetos descartados ao criar as máscaras, atribuindo valor estético a estes materiais. A partir desta ressignificação, Hazoumé chama a atenção para os desperdícios e excessos de lixo na sociedade de consumo atual.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

32 23 39 0

Assunto