Questão 84 da prova azul do primeiro dia do Enem 2021

O torém dependia de organização familiar, sendo brincado por pessoas com vínculos de parentesco e afinidade que viviam no local. Era visto como uma brincadeira, um entretenimento feito para os próprios participantes e seus conhecidos. O tempo do caju era o pretexto para sua realização, sendo chamadas várias pessoas da região a fim de tomar mocororó, bebida fermentada do caju.

VALLE, C. G. O. Torém/Toré: tradições e invenção no quadro de multiplicidade
étnica do Ceará contemporâneo. In: GRUNEWALD, R. A. (Org.). Toré: regime
encantado dos índios do Nordeste. Recife: Fundaj-Massangana, 2005.

O ritual mencionado no texto atribui à manifestação cultural de grupos indígenas do Nordeste brasileiro a função de

  1. celebrar a história oficial.
  2. estimular a coesão social.
  3. superar a atividade artesanal.
  4. manipular a memória individual.
  5. modernizar o comércio tradicional.

Comentário da questão

Como demonstrado por Durkheim, a forma de garantia da coesão social nas sociedades tradicionais se baseia pela semelhança entre os indivíduos, como demonstrado no texto ao apontar vínculos de afinidade e parentesco entre os participantes da brincadeira.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

64 48 76 0

Assunto