Questão 22 da prova azul do primeiro dia do Enem 2021

Os linguistas têm notado a expansão do tratamento informal. “Tenho 78 anos e devia ser tratado por senhor, mas meus alunos mais jovens me tratam por você“, diz o professor Ataliba Castilho, aparentemente sem se incomodar com a informalidade, inconcebível em seus tempos de estudante. O você, porém, não reinará sozinho. O tu predomina em Porto Alegre e convive com o você no Rio de Janeiro e em Recife, enquanto você é o tratamento predominante em São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador. O tu já era mais próximo e menos formal que você nas quase 500 cartas do acervo on-line de uma instituição universitária, quase todas de poetas, políticos e outras personalidades do final do século XIX e início do XX.

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br. Acesso em: 21 abr. 2015 (adaptado).

No texto, constata-se que os usos de pronomes variaram ao longo do tempo e que atualmente têm empregos diversos pelas regiões do Brasil. Esse processo revela que

  1. a escolha de "você" ou de "tu" está condicionada à idade da pessoa que usa o pronome.
  2. a possibilidade de se usar tanto "tu" quanto "você" caracteriza a diversidade da língua.
  3. o pronome "tu" tem sido empregado em situações informais por todo o país.
  4. a ocorrência simultânea de "tu" e de "você" evidencia a inexistência da distinção entre níveis de formalidade.
  5. o emprego de "você" em documentos escritos demonstra que a língua tende a se manter inalterada.

Comentário da questão

De acordo com o texto, nota-se a possibilidade de uso do “você” e do “tu” (que predomina em Porto Alegre e também se faz presente no Rio de Janeiro, junto do “você”), em variados contextos regionais e contextuais, exibindo a pluralidade da língua portuguesa. 

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

42 16 27 0

Assunto