Questão 23 da prova azul do primeiro dia do Enem 2021

O solo A morte do cisne, criado em 1905 pelo russo Mikhail Fokine a partir da música do compositor francês Camille Saint-Saens, retrata o último voo de um cisne antes de morrer. Na versão original, uma bailarina com figurino a agonia da ave se debatendo até desfalecer.

Em 2012, John Lennon da Silva, de 20 anos, morador do bairro de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, elaborou um novo jeito de dançar a coreografia imortalizada pela bailarina Anna Pavlova. No lugar de um colã e das sapatilhas, vestiu calça jeans, camiseta e tênis. Em vez de balé, trouxe o estilo popping da street dance. Sua apresentação inovadora de A morte do cisne, que foi ao ar no programa Se ela dança, eu danço, virou hit no Youtube

Disponível em: www.correiobrazilliense.com.br. Acesso em: 18 jun. 2019 (adaptado).

A forma original de John Lennon da Silva reinterpretar a coreografia de A morte do cisne demonstra que

  1. a composição da coreografia foi influenciada pela escolha do figurino.
  2. a criação artística é beneficiada pelo encontro de modelos oriundos de diferentes realidades socioculturais.
  3. a variação entre os modos de dançar uma mesma música evidencia a hierarquia que marca manifestações artísticas.
  4. a formação erudita à qual o dançarino não teve acesso, resulta em artistas que só conhecem a estética da arte popular.
  5. a interpretação, por homens, de coreografias originalmente concebidas para mulheres exige uma adaptação complexa.

Comentário da questão

A releitura de A morte do cisne, elaborada por John Lennon da Silva, estabelece o contraste com a obra original por meio da adaptação do figurino (jeans, camiseta e tênis) e do estilo da dança (substituição do balé pelo popping, típico do street dance).

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

43 17 28 0

Assunto