Questão 02

Oye, Pito, ésta es: la vida bruta de un boy
mis tierras eran
nuevo méxico, colorado,
california, arizona, tejas,
y muchos otros senderos,
aún cuando la luz existía
sonrientemente
en las palabras
de mis antepasados…
era entonces hombre,
maduro y sencillo
como los cerros y los peñascos,
y mi cultura era el atole,
el chaquehue, y los buenos días;
mi idioma cantaba
versículos
por los cañones
de tierra roja
y tierra amarilla…
Hoy sí, hoy ya no soy
mejicano ni hispano
ni tampoco americano,
pero soy — y bien lo siento ser —
una sombra del pasado
y un esfuerzo
hacia el futuro…

SÁNCHEZ. R. Disponível em: www.materialdelectura.unam.mx. Acesso em: 4 dez. 2017.

Ao abordar a expropriação de territórios mexicanos pelos Estados Unidos, o eu lírico do poema revela um(a)

  1. rejeição da língua utilizada por seus antepassados.
  2. desejo de pertencimento ao espaço estadunidense.
  3. certeza de manutenção de suas tradições.
  4. reivindicação de um mundo unificado.
  5. sentimento de conflito de identidades.

Comentário da questão

O conflito de identidade é identificado à partir da descrição de tradições que se perderam, fazendo com que o eu lírico não se identifique com nenhum povo (“[…] hoy ya no soy mejicano ni hispano ni tampoco americano soy […] una sombra del pasado…” / “hoje já não sou mexicano nem hispânico nem tão pouco americano […] sou uma sombra do passado…”).

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção E

Questões correspondentes

04 02 04 0

Assunto