Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 53

A moralidade, Bentham exortava, não é uma questão de agradar a Deus, muito menos de fidelidade a regras abstratas. A moralidade é a tentativa de criar a maior quantidade de felicidade possível neste mundo. Ao decidir o que fazer, deveríamos, portanto, perguntar qual curso de conduta promoveria a maior quantidade de felicidade para todos aqueles que serão afetados.

RACHELS, J. Os elementos dafilosofia moral. Barueri-SP: Manole, 2006.

Os parâmetros da ação indicados no texto estão em conformidade com uma

  1. fundamentação científica de viés positivista.
  2. convenção social de orientação normativa.
  3. transgressão comportamental religiosa.
  4. racionalidade de caráter pragmático.
  5. inclinação de natureza passional.

Comentário da questão

O filósofo moderno Jeremy Bentham foi um filósofo político defensor da ética utilitarista. O utilitarismo defendia que a ação é boa quando busca a felicidade da maioria das pessoas de uma determinada sociedade. A ética utilitarista é racional e pragmática.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção D

Questões correspondentes

48 60 88 0

Assunto