Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

A fotografia, datada de 1860, é um indício da cultura escravista no Brasil, ao expressara

  1. ambiguidade do trabalho doméstico exercido pela ama de leite, desenvolvendo uma relação de proximidade e subordinação em relação aos senhores.
  2. integração dos escravos aos valores das classes médias, cultivando a família como pilar da sociedade imperial.
  3. melhoria das condições de vida dos escravos observada pela roupa luxuosa, associando o trabalho doméstico a privilégios para os cativos.
  4. esfera da vida privada, centralizando a figura feminina para afirmar o trabalho da mulher na educação letrada dos infantes.
  5. distinção étnica entre senhores e escravos, demarcando a convivência entre estratos sociais como meio para superar a mestiçagem.

Comentário da questão

A questão remete à complexidade das relações escravistas durante o Brasil Império. Apesar da violência presentes nessas relações elas também poderiam se caracterizar pelo paternalismo e outras relações de proximidade principalmente atreladas aos escravos domésticos como é o caso das mucamas e amas de leite. Essas últimas assumiam um papel ainda mais relevante que gerava uma relação bastante ambígua, transitando entre a proximidade e subordinação perante seus senhores, como é possível perceber pela fotografia do Augusto Gomes.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

51 63 83 0

Assunto