Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 93

O debate a respeito da natureza da luz perdurou por séculos, oscilando entre a teoria corpuscular e a teoria ondulatória. No início do século XIX, Thomas Young, com a finalidade de auxiliar na discussão, realizou o experimento aprensentando de forma simplificada na figura. Nele, um feixe de luz monocromático passa por dois anteparos com fendas muito pequenas. No primeiro anteparo há uma fenda e no segundo, duas fendas. Após passar pelo segundo conjunto de fendas, a luz forma um padrão com franjas claras e escuras.

Com esse experimento, Young forneceu fortes argumentos para uma interpretação a respeito da natureza da luz, baseada em uma teoria

  1. corpuscular, justificada pelo fato de, no experimento, a luz sofrer dispersão e refração.
  2. corpuscular, justificada pelo fato de, no experimento, a luz sofrer dispersão e reflexão.
  3. ondulatória, justificada pelo fato de, no experimento, a luz sofrer difração e polarização.
  4. ondulatória, justificada pelo fato de, no experimento, a luz sofrer interferência e reflexão.
  5. ondulatória, justificada pelo fato de, no experimento, a luz sofrer difração e interferência.

Comentário da questão

O experimento de Young consistiu no desenvolvimento de um método para a obtenção de duas fontes de luz em fase pela dupla difração dos raios luminosos através de fendas no anteparo, para assim provar a natureza ondulatória da luz devido à interferência entre as ondas geradas, ilustrada pelo aparecimento de franjas claras (interferência construtiva) e franjas escuras (interferência destrutiva).  

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção E

Questões correspondentes

104 116 112 0

Assunto

Fenômenos Ondulatórios

Ondas