Questão 81

Na antiga Vila de São José del Rei, a atual cidade de Tiradentes (MG), na primeira metade do século XVIII, mais de cinco mil escravos trabalhavam na mineração aurífera. Construíram sua capela, dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Na fachada, colocaram um oratório com a imagem de São Benedito. A comunidade do século XVIII era organizada mediante a cor, por isso cada grupo tinha sua irmandade: a dos brancos, dos crioulos, dos mulatos, dos pardos. Em cada localidade se construía uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Com a decadência da mineração, a população negra foi levada para arraiais com atividades lucrativas diversas. Eles se foram e ficou a igreja. Mas, hoje, está sendo resgatada a festa do Rosário e o Terno de Congado.

CRUZ, L. Fé e identidade cultural. Disponível em: www.revistadehistoria.com.br.
Acesso em: 4 jul. 2012.

Na lógica analisada, as duas festividades retomadas recentemente, na cidade mineira de Tiradentes, têm como propósito

  1. valorizar a cultura afrodescendente e suas tradições religiosas.
  2. retomar a veneração católica aos valores do passado colonial.
  3. reunir os elementos constitutivos da história econômica regional.
  4. combater o preconceito contra os adeptos do catolicismo popular.
  5. produzir eventos turísticos voltados a religiões de origem africana.

Comentário da questão

As duas festividades retomadas recentemente na cidade mineira de Tiradentes visa, efetivamente, valorizar a cultura afrodescendente e suas tradições religiosas.  A festa do Rosário e o Terno do Congado estão relacionadas, de acordo com o texto, com a cultura dos negros do Brasil e sua retomada mostra, portanto, a preocupação de valorizar essa cultura como um importante traço cultural de nosso país.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

86 59 51 0

Assunto