Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão

De domingo
– Outrossim…
– O quê?
– O que o quê?
– O que você disse.
– Outrossim?
– É.
– O que é que tem?
– Nada. Só achei engraçado.
– Não vejo a graça.
– Você vai concordar que não é uma palavra de todos os dias.
– Ah, não é. Aliás, eu só uso domingo.
– Se bem que parece mais uma palavra de segunda-feira.
– Não. Palavra de segunda-feira é “óbice”.
– “Ônus”.
– “Ônus” também. “Desiderato”. “Resquício”.
– “Resquício” é de domingo.
– Não, não. Segunda. No máximo terça.
– Mas “outrossim”, francamente…
– Qual o problema?
– Retira o “outrossim”.
– Não retiro. É uma ótima palavra. Aliás é uma palavra difícil de usar. Não é qualquer um
que usa “outrossim”.

VERISSIMO, L. F. Comédias da vida privada. Porto Alegre: L&PM, 1996 (fragmento).

No texto, há uma discussão sobre o uso de algumas palavras da língua portuguesa. Esse uso promove o(a)

  1. marcação temporal, evidenciada pela presença de palavras indicativas dos dias da semana.
  2. tom humorístico, ocasionado pela ocorrência de palavras empregadas em contextos formais.
  3. caracterização da identidade linguística dos interlocutores, percebida pela recorrência de palavras regionais.
  4. distanciamento entre os interlocutores, provocado pelo emprego de palavras com significados pouco conhecidos.
  5. inadequação vocabular, demonstrada pela seleção de palavras desconhecidas por parte de um dos interlocutores do diálogo.

Comentário da questão

Palavras como “outrossim”, “desiderato” e “ônus” são, geralmente, empregadas em um contexto mais formal, diferentemente do contexto, marcado pela informalidade, do texto de Verissimo. Isso provoca o tom humorístico a que a alternativa se refere.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

124 108 121 115

Assunto

Interpretação Textual