Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão

A mundialização introduz o aumento da produtividade do trabalho sem acumulação de capital, justamente pelo caráter divisível da forma técnica molecular digital do que resulta a permanência da má distribuição da renda: exemplificando mais uma vez, os vendedores de refrigerantes às portas dos estádios viram sua produtividade aumentada graças ao just in time dos fabricantes e distribuidores de bebidas, mas para realizar o valor de tais mercadorias, a forma do trabalho dos vendedores é a mais primitiva. Combinam-se, pois, acumulação molecular-digital com o puro uso da força de trabalho.

OLIVEIRA, F. Crítica à razão dualista e o ornitorrinco. Campinas Boitempo, 2003.

Os aspectos destacados no texto afetam diretamente questões como emprego e renda, sendo possível explicar essas transformações pelo(a)

  1. crise bancária e o fortalecimento do capital industrial.
  2. inovação toyotista e a regularização do trabalho formal.
  3. impacto da tecnologia e as modificações na estrutura produtiva.
  4. emergência da globalização e a expansão do setor secundário.
  5. diminuição do tempo de trabalho e a necessidade do diploma superior.

Comentário da questão

O texto fala sobre o processo de desenvolvimento de novas lógicas de tecnologia e de localização industrial, típica do toyotismo e da terceira revolução industrial. Outro ponto bastante claro no texto é o fato da modernização industrial não ter promovido uma distribuição de renda e nem uma alteração das formas de trabalho. O enunciado pede os processos que geraram a situação descrita, logo, o advento de novas tecnologias e a reestruturação da indústria e da forma de produzir, constantemente atendendo à demanda de mercado.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção C

Questões correspondentes

40 08 14 29

Assunto

Globalização

Revoluções Industriais