Questão 10

Em sociedade de origens tão nitidamente personalistas como a nossa, é compreensível que os simples vínculos de pessoa a pessoa, independentes e até exclusivos de qualquer tendência para a cooperação autêntica entre os indivíduos, tenham sido quase sempre os mais decisivos. As agregações e relações pessoais, embora por vezes precárias, e, de outro lado, as lutas entre facções, entre famílias, entre regionalismos, faziam dela um todo incoerente e amorfo. O peculiar da vida brasileira parece ter sido por essa época, uma acentuação singularmente enérgica do afetivo, do irracional, do passional e uma estagnação ou antes uma atrofia correspondente das qualidades ordenadoras, disciplinadoras, racionalizadoras.

HOLANDA, S. B. Raízes do Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 1995.

Um traço formador da vida pública brasileira expressa-se, segundo a análise do historiador, na

  1. rigidez das normas jurídicas.
  2. prevalência dos interesses privados.
  3. solidez da organização institucional.
  4. legitimidade das ações burocráticas.
  5. estabilidade das estruturas políticas.

Comentário da questão

O Historiador Sérgio Buarque de Holanda, ícone no estudo da História no Brasil, disserta sobre a característica da sociedade brasileira de prezar mais pelas importâncias privadas e pessoais do que pelo vínculo e importâncias coletivas, públicas. O autor não sugere uma origem específica para isso, porém, nos permite uma grande reflexão acerca do tema.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

14 35 29 0

Assunto

Análise Histórica

Política no Brasil

Sérgio Buarque de Holanda