Questão 02

A língua de que usam, por toda a costa, carece de três letras; convém a saber, não se acha nela F, nem L, nem R, coisa digna de espanto, porque assim não têm Fé, nem Lei, nem Rei, e dessa maneira vivem desordenadamente, sem terem além disto conta, nem peso, nem medida.

GÂNGAVO, P M. A primeira história do Brasil: história da província de Santa Cruz a que vulgarmente chamamos Brasil. Rio de Janeiro: Zahar, 2004 (adaptado)

A observação do cronista português Pero de Magalhães de Gândavo, em 1576, sobre a ausência das letras F, L e R na língua mencionada, demonstra a

  1. simplicidade da organização social das tribos brasileiras.
  2. dominação portuguesa imposta aos índios no início da colonização.
  3. superioridade da sociedade europeia em relação à sociedade indígena.
  4. incompreensão dos valores socioculturais indígenas pelos portugueses.
  5. dificuldade experimentada pelos portugueses no aprendizado da língua nativa.

Comentário da questão

Ao chegarem ao Brasil, os portugueses se depararam com uma sociedade e com uma cultura que não existiam no mundo ocidental europeu. Logo, suas reaçãos foram uma análise taxativa dentro dos parâmetros etnocêntricos em que viviam, desvalorizando os padrões culturais nativos dos indígenas do Brasil recém descoberto.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção D

Questões correspondentes

06 43 39 0

Assunto

Brasil Colônia

Choque cultural

Etnocentrismo

Eurocentrismo

Indígenas