Questão

A rua

Bem sei que, muitas vezes,
O único remédio
É adiar tudo. É adiar a sede, a fome, a viagem,
A dívida, o divertimento,
O pedido de emprego, ou a própria alegria.
A esperança é também uma forma
De contínuo adiamento.
Sei que é preciso prestigiar a esperança,
Numa sala de espera.
Mas sei também que espera significa luta e não, apenas,
Esperança sentada.
Não abdicação diante da vida.

A esperança
Nunca é a forma burguesa, sentada e tranquila da espera.
Nunca é figura de mulher
Do quadro antigo.
Sentada, dando milho aos pombos.

RICARDO, C. Disponível em: www.revista.agulha.nom.br. Acesso em: 2 jan. 2012.

O poema de Cassiano Ricardo insere-se no Modernismo brasileiro. O autor metaforiza a crença do sujeito lírico numa relação entre o homem e seu tempo marcada por

  1. um olhar de resignação perante as dificuldades materiais e psicológicas da vida.
  2. uma ideia de que a esperança do povo brasileiro está vinculada ao sofrimento e às privações.
  3. uma posição em que louva a esperança passiva para que ocorram mudanças sociais.
  4. um estado de inércia e de melancolia motivado pelo tempo passado “numa sala de espera”.
  5. uma atitude de perseverança e coragem no contexto de estagnação histórica e social.

Comentário da questão

Resignação, passividade, melancolia: essas ideias são dissociadas do conceito de esperança proposto pelo eu-lírico na medida quem que se afirma que a esperança é a “não abdicação diante da vida”. Nesse sentido, o poema associa a esperança a duas atitudes: a de espera e a de  luta.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção E

Questões correspondentes

0 0 131 0

Assunto