Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 120

Era uma vez

Um rei leão que não era rei.
Um pato que não fazia quá-quá.
Um cão que não latia.
Um peixe que não nadava.
Um pássaro que não voava.
Um tigre que não comia.
Um gato que não miava.
Um homem que não pensava…
E, enfim, era uma natureza sem nada.
Acabada. Depredada.
Pelo homem que não pensava.

Laura Araújo Cunha

CUNHA, L. A. In: KOCH, I. V.; ELIAS, V. M. Ler e escrever: estratégias de produção textual. São Paulo: Contexto, 2011.

São as relações entre os elementos e as partes do texto que promovem o desenvolvimento das ideias. No poema, a estratégia linguística que contribui para esse desenvolvimento, estabelecendo a continuidade do texto, é a

  1. escolha de palavras de diferentes campos semânticos.
  2. negação contundente das ações praticadas pelo homem.
  3. intertextualidade com o gênero textual fábula infantil.
  4. repetição de estrutura sintática com novas informações.
  5. utilização de ponto final entre termos de uma mesma oração.

Comentário da questão

No poema da Laura Araújo Cunha, temos a presença de uma anáfora marcada pelo termo “um”, que se repete ao início dos versos e estabelece uma sequência de ideias, atribuindo novas informações ao poema.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção D

Questões correspondentes

0 0 0 0

Assunto