Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão

Índice de Massa Corporal (IMC) é largamente utilizado há cerca de 200 anos, mas esse cálculo representa muito mais a corpulência que adiposidade, uma vez que indivíduos musculosos e obesos podem apresentar o mesmo IMC. Uma nova pesquisa aponta o Índice de Adiposidade Corporal (IAC) como uma alternativa mais fidedigna para quantificar a gordura corporal, utilizando a medida do quadril e a altura. A figura mostra como calcular essas medidas, sabendo-se que, em mulheres, a adiposidade normal está entre 19% e 26%.

Uma jovem com IMC = 20 kg/m², 100 cm de circunferência dos quadris e 60 kg de massa corpórea resolveu averiguar seu IAC. Para se enquadrar aos níveis de normalidade de gordura corporal, a atitude adequada que essa jovem deve ter diante da nova medida é

Use √3 = 1,7 e √1,7 = 1,3

  1. reduzir seu excesso de gordura em cerca de 1%.
  2. reduzir seu excesso de gordura em cerca de 27%.
  3. manter seus níveis atuais de gordura.
  4. aumentar seu nível de gordura em cerca de 1%.
  5. aumentar seu nível de gordura em cerca de 27%.

Comentário da questão

Sendo h, a altura, em metros, dessa jovem, tem-se:
60/h² = 20
20h² = 60
h² = 60/20 = 3
h = √3 e √h = 1,3

Assim, pode-se concluir que o IAC dessa jovem é
[100/(1,7.1,3) – 18]% = 27,5%

Portanto, para se enquadrar aos níveis de normalidade de gordura corporal, essa jovem deve reduzir seu IAC de 27,25% para qualquer valor entre 19% e
26%, ou seja, ela deve reduzir seu IAC em, pelo menos, 1,25 ponto percentual (cerca de 1%), o que não significa exatamente reduzir seu excesso de gordura
em cerca de 1%.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

149 153 153 150

Assunto

Função quadrática

Porcentagem