Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão

A luta pela terra no Brasil é marcada por diversos aspectos que chamam a atenção. Entre os aspectos positivos, destaca-se a perseverança dos movimentos do campesinato e, entre os aspectos negativos, a violência que manchou de sangue essa história. Os movimentos pela reforma agrária articularam-se por todo o território nacional, principalmente entre 1985 e 1996, e conseguiram de maneira expressiva a inserção desse tema nas discussões pelo acesso à terra.O mapa seguinte apresenta a distribuição dos conflitos agrários em todas as regiões do Brasil nesse período, e o número de mortes ocorridas nessas lutas.

OLIVEIRA, A. U. A longa marcha do campesinato brasileiro: movimentos sociais, conflitos e reforma agrária.  Revista Estudos Avançados. Vol. 15 n. 43, São Paulo, set./dez. 2001.

Com base nas informações do mapa acerca dos conflitos pela posse de terra no Brasil, a região

  1. conhecida historicamente como das Missões Jesuíticas é a de maior violência.
  2. do Bico do Papagaio apresenta os números mais expressivos.
  3. conhecida como oeste baiano tem o maior número de mortes.
  4. do norte do Mato Grosso, área de expansão da agricultura mecanizada, é a mais violenta do país.
  5. da Zona da Mata mineira teve o maior registro de mortes.

Comentário da questão

A questão exigia um conhecimento geográfico prévio da área onde o agronegócio e os conflitos fundiários tem a maior atuação. A região do bico do papagaio abrange os estados de Tocantins, Maranhão e Pará e representa no mapa oferecido pela questão, os índices mais expressivos de conflito por terra.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção B

Questões correspondentes

77 0 0 0

Assunto

Espaço rural brasileiro