Exclusivo para alunos

Bem-vindo ao Descomplica

Quer assistir este, e todo conteúdo do Descomplica para se preparar para o Enem e outros vestibulares?

Saber mais

Exercício de juros simples com taxa ao mês

Neste vídeo o professor irá descomplicar resolvendo uma questão de juros simples. http://desconversa.com.br/wp-content/uploads/2015/03/Materialdeapoioextensivo-matematica-exercicios-juros-simples-compostos.pdf

Exercício de juros simples como taxa ao ano

Exercício de juros simples para achar a taxa

Exercício de análise gráfica

Exercício de juros compostos com taxa ao mês

Exercício de juros compostos com taxa ao ano

Exercício de juros compostos sobre o tempo do investimento

Juros

A palavra juros é bem familiar ao nosso cotidiano e está amplamente difundida nos mais variados segmentos. Por exemplo, se uma pessoa pega empréstimo em um banco ou atrasa alguma conta, sabemos que correm juros em cima desta aplicação. Normalmente, quando se realiza alguma dessas operações, fica estabelecido uma taxa de juros x% por período, dia, mês ou ano.
Vejamos a seguir alguns termos muito usados em matemática financeira:

  • U.M.: Unidade Monetária (Real, dólar, euro…).
  • C: o capital inicial.
  • t: tempo.
  • i: a taxa de juros.
  • M: montante, que corresponde ao capital acrescido dos juros.
  • J: juros, que correspondem ao valor obtido quando aplicamos uma taxa de juros sobre o capital.

É sempre verdade que M = C + J

Juros Simples

É a modalidade de juros em que a taxa de juros é aplicada sempre sobre o capital inicial. Sendo a taxa constante e o capital inicial também constante, os juros de cada período também serão constantes.

Para calcularmos os juros, temos: M = C(1 + it) ou J = C.i.t

• O tempo e a taxa devem estar na mesma unidade de tempo para se calcular os juros.
E ainda, a taxa não deve ficar em porcentagem, e sim em decimal.

• As parcelas de um pagamento parcelado a juros simples estão em uma progressão aritmética! Cada parcela é sempre acrescida de um valor fixo que, aqui, chamamos de juros.

Juros compostos

É a modalidade de juros em que a taxa de juros é aplicada sobre o montante do período anterior. Diferente do regime de juros simples, onde se calcula primeiro os juros e posteriormente o montante, nos juros compostos calcula-se diretamente o montante aplicando ao capital inicial o fator multiplicativo elevado ao número de períodos decorridos:

M = C(1+i)(1+i)…(1+i) por t vezes.

Assim, temos:

M = C(1+i)​t​​

As parcelas pagas no regime de juros compostos estão em progressão geométrica!