Desenvolvimento de uma redação

01/10/2012 Larissa Coelho

Bom dia, galera!

Vim trazer dessa vez uma dúvida sobre o desenvolvimento de uma redação que surgiu em nosso fórum. Deem uma olhada na pergunta e na minha resposta, vale a pena! 🙂

Pergunta: Boa noite, tenho sérias dúvidas quanto ao desenvolvimento da redação…

é assim, já assistir diversos vídeos sobre isso no descomplica mas ainda continuo na dúvida e fico empacado na hora de colacar uma ou outra coisa primeiro, exemplo:

Tenho um tópico frasal— posso amplia-lo de diversas maneiras como causa e consequência ou exemplificação.

Isso eu entendi bem nas aulas só fiquei na dúvida na hora de por em prática…

Qual ampliação devo usar primeiro, e se posso usar a mesma forma em todos os parágrafos?

E também se posso usar na ordem em um parágrafo qualquer: tópico frasal–> consequência–> causa(O professor manda usar  só uma, mas coloco várias pq tenho meio de ficar faltando coisas)–>exemplo

Li a folha oficial 2012 de redação do enem, e também tinha lá um contra-argumento que era prá colocar no final, mas será que é mesmo necessário?

Resposta:

Olá!

Bom, vou tentar te descomplicar essas dúvidas que são bem comuns. Fique tranquilo!

Não há nenhuma ordem a se seguir quantos aos métodos de argumentação. Em nenhum momento você encontrará alguém que te diga que a exemplificação vem primeiro, seguida pela causa e consequência e terminando a argumentação com uma indução, por exemplo. Não existe isso. A ordem e a maneira como você vai argumentar é algo que depende de você e da sua escolha.

No entanto, posso te dar uma dica legal: Tente escolher a ordem de seus argumentos de maneira que o argumento mais forte e mais bem feito por você seja o último de todos. Na verdade, seria pertinente se o seu argumento mais fraco fosse o primeiro e o mais forte e mais sólido fosse o último. Essa técnica de usar o argumento mais forte por último se chama: clímax argumentativo.

Além disso, use uma técnica de argumentação por parágrafo. Não há necessidade que você misture tudo no mesmo, até porque pode ficar confuso.

Por fim, não é uma obrigação criar um contra-argumento em sua redação. No entanto, a partir do momento em que você cria argumentos que abordem o lado positivo e negativo do tema, você demonstrará conhecimento nos dois extremos do tema proposto, o que pode ser visto com bons olhos pelos corretores, entendeu? Não há obrigatório, mas é legal que você mostre os dois lados, desde que, no final, você demonstre qual dos dois é o mais relevante.

Descompliquei? 🙂

O que acharam? Comentem aqui para eu saber! Espero que tenha ajudado vocês a construir uma redação excelente! =P

Abraços e até a próxima,

Diego

Larissa Coelho

Larissa Coelho escreveu 3136 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *