Redação Sobre Doação de Órgãos: Modelo Sobre os Obstáculos no Brasil

07/11/2017 Larissa Coelho

Na intenção de se dar bem na diversidade de redações de vestibulares e concursos que existem, a sua melhor chance é estar preparado para todos os temas. Por isso, a leitura e o treino são atitudes importantes. Levando em consideração os assuntos da atualidade que essas avaliações costumam trazer, uma redação sobre doação de órgãos se torna possível, principalmente crescimento considerável que vem tendo nos últimos meses.

Além dos conhecimentos sobre estrutura e argumentação no texto, é importante que você compreenda o assunto, tenha lido sobre o tema e estudado seu histórico. Abaixo, vamos apresentar um modelo de redação sobre doação de órgão para que você entenda como abordar esse tipo de assunto. Veja!

Os obstáculos na doação de sangue no Brasil

Segundo o escritor Franz Kafka, a solidariedade é o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana. Nesta perspectiva, um simples auxílio pode transformar e salvar várias vidas, como aconteceu após o deslizamento do Morro do Bumba, em Niterói, em 2010. Centenas de pessoas se prontificaram a enviar água e mantimentos àqueles que perderam tudo com a chuva. No entanto, em outros casos, há empecilhos que dificultam o processo de ser solidário, como acontece em relação à doação de sangue no Brasil.

Primeiramente, a falta de informação corrobora para o desconhecimento sobre a importância de doar sangue. As campanhas publicitárias não são frequentes e, sem uma maior divulgação à população, o número de doadores faz-se menor do que a real demanda. No estado da Bahia, por exemplo, nos meses de fevereiro e junho, há grande concentração de eventos, como o Carnaval e as Festas Juninas, por conseguinte, maior ingestão de bebidas alcoólicas e motoristas embriagados, o que faz com que os acidentes no trânsito aumentem. Assim, a exposição deste problema pelos meios de comunicação e o incentivo a novos doadores ainda são escassos.


Enem Power R$ 19,90

Além disso, a doação de sangue feita por homens homossexuais é um obstáculo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os cidadãos que têm relações homoafetivas constituem o chamado “grupo de risco”, pois, nos anos 80, houve o auge da epidemia do vírus da HIV. Neste sentido, o Brasil exclui a doação de homossexuais que tenham realizado sexo até o prazo de 12 meses. Entretanto, a orientação sexual não pode ser o critério de seleção, mas sim a condição de saúde dos indivíduos, uma vez que a Aids também é transmitida por heterossexuais. Com isso, tal grupo fica à margem de exercer a solidariedade e salvar vidas.

Deve-se, então, superar as barreiras que interferem na doação de sangue. Portanto, a mídia tem papel imprescindível na exposição de dados informativos sobre as campanhas de sangue, seja na televisão e internet, seja em áreas físicas, como outdoors. Logo, os cidadãos seriam incentivados a exercerem a solidariedade. Ademais, o governo, em parceria com a OMS, deveria alterar as leis que excluem os homossexuais da doação e investir em aparatos tecnológicos que controlem com maior rigor os grupos sanguíneos, para avaliar se o indivíduo é portador de alguma doença e averiguar a qualidade do sangue. Dessa forma, o número de voluntários aumentaria e ajudaria aos pacientes que carecem de transfusão sanguínea.

Como fazer uma redação sobre doação de órgãos a partir do exemplo?

A redação acima, feita pela monitora Maria Carolina para você se inspirar, mostra qual caminho você deve seguir para elaborar a sua redação sobre doação de órgãos. Note que a autora apresenta dados, faz conexões com casos passados e apresenta opiniões fundamentadas. Além disso, ela deixa claro o seu conhecimento sobre o assunto.

Esse é um bom exemplo para que você possa fazer a sua produção de forma assertiva. Analise a estrutura dos parágrafos, os argumentos e a concordância do texto para se basear no seu teste. Assim que finalizar, nos envie para que a gente possa fazer a correção da redação. Isso vai te ajudar a produzir textos cada vez melhores e se preparar muito bem para o vestibular.

Gostou de saber como fazer uma redação sobre doação de órgãos? Veja outros modelos no Desconversa e esteja preparado para qualquer tema!

Larissa Coelho

Larissa Coelho escreveu 1988 artigos

5 Comentários para este artigo

  • ALYSON
    20/08/2016

    Pode começar uma oração com adverbio ”Primeiramente” ? , meu professor do cursinho diz que não pode.

  • Pedro Roberto
    20/08/2016

    Tenho uma dúvida: Você usou “Nesta perspectiva” (primeiro parágrafo) e “Neste sentido” (terceiro parágrafo). O certo não seria “Nessa” e “Nesse” ?

    • Fah
      27/08/2016

      Não Pedro, pois a ideia ainda seria apresentada,portanto, o termo “nesta e neste” estão colocados corretamente 🙂

  • Naiad
    26/08/2016

    Pedro, quando você quer se referir a algo que já mencionou: essa ou esse, mas se você ainda irá comentar: neste ou nesta. Espero ter ajudado 🙂

  • Arnold
    12/09/2016

    Na introdução deveria conter aspas na citação do autor, logo no primeiro período da introdução…

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *