Modelo de Redação: Alimentação Irregular e Obesidade no Brasil

05/01/2018 Larissa Coelho

Sabe aquele tema de redação que nós indicamos para você no Plano de Estudos da Semana 34, sobre alimentação e obesidade no Brasil? Ele virou um modelo de redação aqui no blog, feito pelo monitor Bernardo Soares. Veja, comparar com a sua própria redação e se inspire para as próximas!

Sugestão de título de redação sobre a obesidade no Brasil

Solidificação urgente

Modelos de redação sobre a obesidade no Brasil

“Eu acredito que podemos mudar o mundo através da alimentação”. A frase é de Bela Gil, chef e nutricionista, fundamentando a escolha de sua dieta em meio a tanto desequilíbrio nutricional. De fato, a sociedade atual, acelerada e sintética, está recheada de problemas relacionados à má alimentação e, principalmente, ao peso excessivo. Nesse sentido, em um contexto em que o tempo engole o homem, a preferência por uma alimentação irregular parece até aceitável, mas não inteligente, uma vez que a obesidade no Brasil, nesse cenário, surge como um dos menores efeitos.

Em primeiro lugar, é importante analisar o sucesso de uma refeição nada benéfica. Vítima da aceleração do mundo moderno, a alimentação tem se resumido a produtos industrializados e aos famosos fast-foods, não tão saudáveis e pouquíssimo nutritivos.


Enem Power R$ 19,90

Adaptando a ideia de modernidade líquida de Zygmunt Bauman, parece que, hoje, o prazer imediato e o pouco cuidado com o futuro têm sido prioridade na vida do indivíduo brasileiro, que, em todo o tempo, prefere o mais rápido – de certa forma, o mais saboroso – e deixa de lado o que pode, de fato, alimentá-lo. Diante desse fator, surgem diversas consequências que evidenciam ainda mais as características do mundo atual.

Dentre esses efeitos, o que parece se destacar mais é a obesidade no Brasil. Sabe-se, porém, que esse excesso é apenas o início de uma variedade de problemas que, em conjunto, podem prejudicar ainda mais o indivíduo.

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas acima do peso no País já é maior do que a metade da população, atingindo 52% em 2015. O mais preocupante, entretanto, são os frutos desse problema: além de desequilíbrios psicológicos, como a bulimia, o sobrepeso abre caminho para a hipertensão, a diabetes e muitas outras consequências físicas que podem trazer resultados trágicos. Percebe-se, então, certa urgência na adoção de medidas que trabalhem esses problemas e seus efeitos.

Torna-se evidente, portanto, a existência de uma refeição nada regular e uma necessidade de se tratar tal dificuldade, de modo que as suas sequelas sejam cada vez menores. Em um contexto de reeducação alimentar, a escola tem um papel fundamental, com palestras de nutricionistas e até aulas de gastronomia, a fim de começar a tratar o problema desde a base, com conscientização. A família e a mídia também podem trabalhar a valorização da comida saudável por meio de conversas, debates e campanhas. Só assim, tratando causas e minimizando efeitos, será possível enxergar a alimentação, de fato, como um ingrediente nas transformações de que a liquidez atual precisa.

Gostou do texto? Para encontrar outros modelos de redação, continue navegando pelo Desconversa, o blog do Descomplica, e se inspire sobre diversos temas.

AGORA QUE VOCÊ JÁ SABE FAZER UMA REDAÇÃO PERFEITA SOBRE OBESIDADE, CONFIRA NOSSO GABARITO ENEM 2015!

Larissa Coelho

Larissa Coelho escreveu 1988 artigos

3 Comentários para este artigo

  • Bruna
    28/09/2015

    Bernardo sempre arrasando nas redações!

  • joao
    18/10/2015

    Só louco gosta das redações publicadas aqui. Poucas são interessantes. Esta aqui, por exemplo, está um lixo!

  • Euzinho silva
    19/08/2016

    It’s okay. Não entendi porque tanto fuzz a respeito dessa redação

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *