Mapa Mental: Glicídios

17/10/2016 Thiago Rodrigues

Quer saber tudo sobre Glicídios, ou Hidratos de Carbono? Dê uma olhada neste mapa mental e se prepare para lacrar na sua prova de química! 😀

glicidios

FIQUE DE OLHO! CONFIRA NOSSO GABARITO ENEM 2016!

Os glicídios, também chamados de hidratos de carbono ou carboidratos, são os principais fornecedores de energia para os organismos e são os mais abundantes encontrados na natureza. Essas moléculas são constituídas de carbono, hidrogênio e oxigênio basicamente. Nos alimentos, eles são encontrados sob a forma de polímeros, ou polissacarídeos. Quando digeridos, eles são transformados em dímeros (dissacarídeos) e posteriormente em monômeros (monossacarídeos).

Polissacarídeos, dissacarídeos e monossacarídeos

Os monossacarídeos são as menores moléculas de glicídios e, através delas as células, de diversos organismos obtêm energia pelos processos metabólicos celulares. Como exemplos de monossacarídeos, temos a glicose, frutose e galactos, que são obtidas pela digestão de moléculas maiores: os dissacarídeos.

Estes são formados pela junção da glicose a um dos outro monossacarídeos. Quando unimos glicose + glicose, temos a maltose, se unirmos glicose + frutose, temos a sacarose; e, quando unimos a glicose mais a galactose, temos a lactose. Esta última é encontrada em fontes lácteas e não é digerida pela maioria dos mamíferos adultos. Por conta disso, muitas pessoas possuem intolerância à lactose.

Por último, quando unimos dissacarídeos, formamos os polissacarídeos. Estes últimos são as maiores moléculas. Este tipo molecular é o encontrado nos alimentos. Temos como exemplo o amido e o glicogênio, que são reservas energéticas. Já a quitina e celulose, que também são exemplos de polissacarídeos, são estruturais e constituem parede celular vegetal e exoesqueleto de artrópodes, respectivamente.

Metabolismo dos glicídios

Como dito anteriormente, os glicídios são a principal fonte energética e eles sofrem diversos processos para que assim possam ser usados. Inicialmente, eles são digeridos, ocorrendo a transformação dos polissacarídeos em dissacarídeos e posteriormente em monossacarídeos. Depois que os monossacarídeos atingem as células, eles são ainda mais quebrados através do metabolismo celular. Inicialmente, a primeira quebra ocorre no citoplasma, pelo processo chamado glicólise. Depois, se na célula houver mitocôndria e oxigênio, ocorrem o Ciclo de Krebs e a cadeia respiratória, que formará muitos ATPs. Em animais, a glicose pode ser armazenada sob forma de glicogênio. Já em vegetais, ela é armazenada em forma de amido. Quando o organismo sofre com falta de glicose, essas reservas de carboidratos são quebradas para fornecer glicose para as suas células.

CLIQUE AQUI E CONFIRA ESTE RESUMO PARA SABER MAIS SOBRE GLICÍDIOS! 

Thiago Rodrigues

Thiago Rodrigues escreveu 18 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *