Exercícios de Formação de Palavras — Questões Comentadas

14/04/2018 Camila Paula

Os exercícios de formação de palavras que reunimos nesse post são para que você relembre como funciona esse processo e pratique para estar preparado na hora do vestibular. Antes de tudo, vale enfatizar os dois processos principais, que são: a derivação e a composição. Além deles, existem alguns secundários, mas que também contribuem no momento da formação, como a combinação, o hibridismo, a abreviação, a reduplicação, etc.

No caso da derivação, há cinco tipos: derivação prefixal, derivação sufixal, derivação parassintética, derivação regressiva e derivação imprópria. Já na composição, que é responsável pela formação de palavras a partir de duas ou mais palavras simples ou radicais, existem dois tipos: por justaposição e por aglutinação.

Confira os exercícios de formação de palavras que separamos!

3 Exercícios de formação de palavras para você treinar

1. (Questão 4 – 1º dia – Segunda fase – Unicamp 2012) Os verbetes apresentados em (II) a seguir trazem significados possíveis para algumas palavras que ocorrem no texto intitulado Bicho Gramático, apresentado em (I).

exercicios de formacao de palavras

exercicios de formacao de palavras

 

a) Descreva o processo de formação das palavras invendável e imprestável e justifique a afirmação segundo a qual o uso que Vicente Matheus fazia da língua portuguesa “nem sempre era aquele reconhecido pelos livros”.

b) Explique por que o texto destaca que Vicente Matheus “criou uma pérola da linguística e da zoologia”.

2. (Ufrrj 2006) O vocábulo “ciberespaço”, empregado no texto, é um neologismo que ilustra bem a necessidade de criarmos novas palavras à medida que a humanidade e sua tecnologia evoluem. Explique a formação desse vocábulo:

Observação: A questão pode ser respondida independente do texto citado no enunciado.

a) destacando os principais morfemas que o constituem;
b) indicando o processo morfológico empregado.

 

3. (Enem 2010)

Carnavália

Repique tocou
O surdo escutou
E o meu corasamborim
Cuíca gemeu, será que era meu, quando ela passou
por
mim?

[…] ANTUNES, A.; BROWN, C.; MONTE, M. Tribalistas, 2002 (fragmento)

 

No terceiro verso, o vocábulo “corasamborim”, que é a junção coração + samba + tamborim, refere-se, ao mesmo tempo, a elementos que compõem uma escola de samba e a situação emocional em que se encontra o autor da mensagem, com o coração no ritmo da percussão. Essa palavra corresponde a um(a)

a) estrangeirismo, uso de elementos linguísticos originados em outras línguas e representativos de outras culturas.
b) neologismo, criação de novos itens linguísticos, pelos mecanismos que o sistema da língua disponibiliza.
c) gíria, que compõe uma linguagem originada em determinado grupo social e que pode vir a se disseminar em uma comunidade mais ampla.
d) regionalismo, por ser palavra característica de determinada área geográfica. e) termo técnico, dado que designa elemento de área específica de atividade.

 

Gabarito dos exercícios de formação de palavras

1. Resolvendo passo-a-passo:

a) As duas palavras foram formadas por derivação prefixal e sufixal. Primeiro, foi acrescentado o sufixo ( ável) ao radical dos verbos ( vender e prestar) , formando os adjetivos ( vendável e imprestável) . Em seguida, acrescentou-se o prefixo de negação “in” ( invendável e imprestável) . Ao criar o vocábulo “imprestável”, Vicente Matheus quis dizer que Sócrates era um jogador muito importante e não poderia ser emprestado a nenhum clube, mas acabou dizendo que ele era um jogador que não prestava, que era inútil. Portanto, a afirmação se justifica nessa contradição criada por Vicente ao classificar o amigo.
b) Ao comparar o jogador a um “pato”, Vicente cria a tal “pérola da zoologia”, pois, a fim de valorizar a características de se mover tanto na água, quanto no solo, ele acaba comparando o colega a um animal. Já a pérola linguística se dá no uso da palavra “gramático”, para adjetivar o bom desempenho na grama. Entretanto, como sabemos, essa palavra representa o profissional que lida com a gramática.

 

 2. Resolvendo passo-a-passo:

 

a) Ciber ( Radical ) + Espaço ( Radical)

b) Como vimos , o processo de formação de palavras que consiste em unir dois ou mais radicais é chamado de composição. Portanto, “ciberespaço” é uma palavra formada por composição, e não por derivação”. Coo não houve qualquer perda fonética, dizemos que houve uma composição por justaposição.

 

3. B

Resolvendo passo-a-passo:

 

 Ao criar “corasamborim”, os tribalistas formaram uma palavra que não existe nos dicionários de língua portuguesa, mas que , no contexto da canção, torna-se muito expressiva e traz um significado específico. Quando palavras novas são criadas a partir de processos legítimos de formação, dizemos que trata-se de um neologismo [neo (novo) + Logos ( palavra)]. Observe que a letra A fala em estrangeirismo, processo que reúne elementos de origens distintas para formar uma palavra. Essa alternativa está errada, pois a palavra formada não faz parte do léxico oficial do português, não está dicionarizada. A Letra C também está incorreta, pois a nova palavra não pode ser caracterizada como uma gíria, pois não foi produzida e usada por um grupo social, com significação social própria, na verdade, seu sentido se faz unicamente dentro do contexto da canção. Observe que as outras duas alternativas remetem a conceituações que não se aplicar ao vocábulo criado para ser expressivo na canção.

Agora que você sabe como funciona o processo e já realizou os exercícios de formação de palavras, está mais preparado para as questões do vestibular. Se ficou com alguma dúvida, saiba mais sobre o assunto aqui no blog da Descomplica!

Camila Paula

Camila Paula escreveu 2655 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *