Quer saber 4 temas de Português que com certeza vão virar questões do ENEM? Vem com a gente!

07/10/2016 Isadora Picanço

Quatro temas que sempre viram questões do ENEM!

questoes do enem

O ENEM tá chegando e você, sendo um(a) aluno(a) do Descomplica, deve estar com a matéria em dia e sabendo tudo o que pode cair nessa prova, né? NÃO?! Você tá me dizendo que ainda tá embolado no meio de campo a essa altura do campeonato? Tá… Calma! O Descomplica descomplicou, como sempre, e resolveu te mostrar os temas que sempre viram questões do ENEM. Sendo assim, vem com a gente que você terá o caminho das pedras! 😉

 

 1- Lê aqui, analisa ali, reflete lá e marca certo 🙂

Fizemos um mapeamento das questões do ENEM e podemos afirmar com muita certeza que sua prova será recheada de interpretação não só de textos escritos, mas também de charges e publicidades. Durante os seus estudos, você com certeza percebe que essa prova explora bastante o estudo dos textos e não exige nada de decoreba, certo?

Isso mostra que, por ser uma prova predominantemente interpretativa, as questões do ENEM vão exigir de você apenas calma e atenção na hora da leitura. Sabemos que é uma prova longa e que uma hora o cansaço bate e você quer deitar ali na mesa da prova mesmo, mas, para te deixar mais tranquilo(a), reforçamos a ideia de que muitas questões do ENEM trazem a resposta no próprio enunciado. Se a leitura não tiver sido clara na primeira tentativa, não hesite em lê-la novamente. Não perca uma questão por falta de atenção ou por preguiça de ler novamente! Espia essa questão da prova de 2009:

Texto 1
No meio do caminho

No meio do caminho tinha
uma pedra
Tinha uma pedra no meio
do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha
uma pedra
ANDRADE, C. D. Antologia poética. Rio de Janeiro/ São Paulo: Record, 2000. (fragmento).

Texto 2 

questoes do enem

Questão de português do Enem 2009 (prova cancelada) (Foto: Reprodução/Enem)

A comparação entre os recursos expressivos que constituem os dois textos revela que

a) o texto 1 perde suas características de gênero poético ao ser vulgarizado por histórias em quadrinho.

b) o texto 2 pertence ao gênero literário, porque as escolhas linguísticas o tornam uma réplica do texto 1.

c) a escolha do tema, desenvolvido por frases semelhantes, caracteriza-os como pertencentes ao mesmo gênero.

d) os textos são de gêneros diferentes porque, apesar da intertextualidade, foram elaborados com finalidades distintas.

e) as linguagens que constroem significados nos dois textos permitem classificá-los como pertencentes ao mesmo gênero.

 

Gabarito: D

 

2. Dê adeus ao tradicional e se joga no novo 🙂

No que se refere à Literatura, o Modernismo é um tema recorrente nas questões do ENEM. O Modernismo foi um movimento literário e artístico que teve início no século XX, com o objetivo de romper com o tradicionalismo, com as vanguardas europeias. Por meio deste movimento, os artistas buscavam a libertação estética, a experimentação constante e, acima de tudo, a independência cultural do país.

Na literatura, esse movimento literário foi marcado pela criação de uma forma de linguagem, que rompe com o tradicional, transformando a forma como até então se escrevia. Algumas dessas mudanças são, por exemplo, a liberdade formal (utilização do verso livre e um quase abandono das formas fixas, como o soneto, a fala coloquial, ausência de pontuação, etc.) e a valorização do cotidiano. Esteja atento(a) e vai pra cima! Se liga nessa questão de 2013:

questoes do enem

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA. Oswald de Andrade: o culpado de tudo. 27 set.2011 a 29 jan. 2012. São Paulo: Prof. Gráfica. 2012. (Foto: Reprodução)

O poema de Oswald de Andrade remonta à ideia de que a brasilidade está relacionada ao futebol. Quanto à questão da identidade nacional, as anotações em torno dos versos constituem

a) direcionamentos possíveis para uma leitura crítica de dados histórico-culturais.

b) forma clássica da construção poética brasileira.

c) rejeição à ideia do Brasil como o país do futebol.

d) intervenções de um leitor estrangeiro no exercício de leitura poética

e) lembretes de palavras tipicamente brasileiras substitutivas das originais.

 

Gabarito: A

 

3. Pô, mano, uai, guri…

No mapeamento das últimas questões do ENEM, vimos que a variação linguística é um tema que os organizadores da prova curtem muito e não deixam de fora. As questões do ENEM costumam exigir reflexão sobre a língua falada, observada, descrita e analisada em situações de uso.

Você deve ter em mente que, dentro de uma comunidade linguística, ou seja, dentro do conjunto de pessoas que interagem verbalmente, há sempre a diversidade ou variação no modo de falar. Para resolvê-las bem, é preciso deixar o preconceito linguístico de lado, ou seja, o julgamento depreciativo contra as diferenças linguísticas e entender que essas variedades linguísticas estão ligadas às diferenças distribuídas no espaço físico/geográfico, ao nível socioeconômico do falante e à situação em que se fala, ou seja, formal ou informal. Normalmente, as questões do ENEM exploram o uso da linguagem formal e informal, apresentando situações do cotidiano, que são cheias de coloquialismo. Olha essa questão de 2011:

Motivadas ou não historicamente, normas prestigiadas ou estigmatizadas pela comunidade sobrepõem-se ao longo do território, seja numa relação de oposição, seja de complementaridade, sem, contudo, anular a interseção de usos que configuram uma norma nacional distinta da do português europeu. Ao focalizar essa ao longo do território, seja numa relação de oposição, seja de complementaridade, sem, contudo, anular a interseção de usos que configuram uma norma nacional distinta da do português europeu. Ao focalizar essa a pensar na bifurcação das variantes continentais, ora em consequência de mudanças ocorridas no Brasil, ora em Portugal, ora, ainda, em ambos os territórios.

CALLOU, D. Gramática, variação e normas. In: VIEIRA, S. R.; BRANDÃO, S. (orgs). Ensino de gramática: descrição e uso. São Paulo: Contexto, 2007 (adaptado).

O português do Brasil não é uma língua uniforme. A variação linguística é um fenômeno natural, ao qual todas as línguas estão sujeitas. Ao considerar as variedades linguísticas, o texto mostra que as normas podem ser aprovadas ou condenadas socialmente, chamando a atenção do leitor para

a) desconsideração da existência das normas populares pelos falantes da norma culta.

b) difusão do português de Portugal em todas as regiões do Brasil só a partir do século XVIII.

c) existência de usos da língua que caracterizam uma norma nacional do Brasil, distinta da de Portugal.

d) inexistência de normas cultas locais e populares ou vernáculas em um determinado país.

e) necessidade de se rejeitar a ideia de que os usos frequentes de uma língua devem ser aceitos.

 

Gabarito: C

 

4. Emocionar, apelar, descrever…?

As funções da linguagem têm aparecido bastante nos últimos anos nas questões do ENEM. Para saber resolvê-las bem, é preciso partir da ideia de que a comunicação faz parte de nosso dia a dia, já que estamos o tempo todo enviando e recebendo informações de variadas formas e com diferentes intenções. Nesse sentido, dependendo do objetivo de quem nos envia uma mensagem, podemos observar o predomínio de determinada função da linguagem.

As funções da linguagem, portanto, estão sempre presentes em nossas vidas e, muitas vezes, a gente nem se dá conta. Por exemplo, aquela mensagem fofa que ele(a) te envia antes de dormir cumpre função emotiva/expressiva, uma vez que as emoções e os sentimentos do emissor se evidenciam. Já tinha parado para pensar nisso? =)

Vamos dar uma dica: na prova mais esperada do ano, em relação a esse tema, os textos que mais caem são os publicitários, as propagandas. As questões do ENEM, portanto, sempre vão pedir que você identifique qual função predomina nesse determinado enunciado; aí, você já sabe que esses textos têm marcas linguísticas, como o vocativo e os verbos no modo imperativo, que têm com objetivo apenas apelar, convencer através da linguagem. Olha essa questão de 2010:

A biosfera, que reúne todos os ambientes onde se desenvolvem os seres vivos, se divide em unidades menores chamadas ecossistemas, que podem ser uma tem múltiplos mecanismos que regulam o número de organismos dentro dele, controlando sua reprodução, crescimento e migrações.

DUARTE, M. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Predomina no texto a função da linguagem

a) emotiva, porque o autor expressa seu sentimento em relação à ecologia.

b) fática, porque o texto testa o funcionamento do canal de comunicação.

c) poética, porque o texto chama a atenção para os recursos de linguagem.

d) conativa, porque o texto procura orientar comportamentos do leitor.

e) referencial, porque o texto trata de noções e informações conceituais.

 

Gabarito: E

 

E é isso aí, pessoal!

JÁ SABE TUDO SOBRE AS QUESTÕES DO ENEM? CLIQUE AQUI E FIQUE DE OLHO NA NOSSA PÁGINA DO GABARITO!

Isadora Picanço

Isadora Picanço escreveu 27 artigos

2 Comentários para este artigo

  • Pedro Henrique
    19/08/2016

    Isadora <3

  • Lidiane
    19/08/2016

    Obrigada pelo resumo, Isadora! Ajudou bastante.

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *