• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Vídeo Aula: Modernismo

Olá, meu povo!

Como foram de fim de semana? Energia recarregada para mais uma semana cheia de conteúdo interessante no Desconversa? Então, vamos começar!

Após abordarmos o pré modernismo no post passado, hoje vamos estudar o modernismo de fato! Fiquem ligados, tendo em vista a relevância desse tema em provas como enem e outros vestibulares. O vídeo é qualidade Descomplica, então, já sabe que pode confiar 😉

Boa aula!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TN6bOpefGB0&list=PL3FB528F59FFAB38D&index=5&feature=plpp_video[/youtube]

Transcrição:

0:15 O modernismo foi um movimento literário que aconteceu em 1922 e teve seu início na semana da arte moderna, semana esta que foi destinada a apresentação das produções artísticas e literárias da grande elite intelectual de São Paulo.
0:35 Dentre os principais nomes desse movimento nós temos: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, entre outros.
0:43 O que pretendia esse movimento? Quais eram os principais objetivos do modernismo brasileiro? O primeiro deles era o movimento que tinha a principal intenção de subversão. O que era isso? Tinha a principal função de negar todos os valores burgueses já debatidos anteriormente. Ou seja, negar com todas as vertentes da estética parnasiana, acabar com todo o movimento simbolista – os tópicos que eram abordados nesse seguimento.
– Subversão, negação das escolas anteriores
1:15 Então, o modernismo brasileiro resolveu se consolidar com uma primeira característica: o nacionalismo. Ou seja, o Brasil como nação. Eu vou explorar aquilo que o meu país tem de melhor. É interessante observarmos isso, porque isso também já foi explorado anteriormente, no período de transição chamado pré-modernismo.
1:38 Um outro tópico interessante, dessas características do modernismo brasileiro, é a ironia. Ou seja, poesias ironicas. O famoso poema piada, que em versos curtos e estrofes mais curtas ainda registravam movimentos de carros, registravam dia-a-dia da sociedade.
02:00 Mais duas características do modernismo. Uma delas é a busca de uma linguagem coloquial, mais próxima da linguagem falada. Essa característica é interessante observar que ela vinha completamente de encontro às caracterísitcas do parnasianismo, já que o parnasianismo pregava a linguagem rebuscada. O modernismo não, era a linguagem próxima da linguagem coloquial.
A outra característica são temas voltados para a sociedade,ou seja, temas urbanos, temas de caráter social.
2:38 Para ficar mais fácil para identificarmos as características do modernismo vamos ver agora uma poesia de Oswald de Andrade:
Pronominais
Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da nação brasileira
Dizem todos os dias
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro
03:00 Nessa poesia fica clara a preocupação de Oswald de Andrade de registrar o coloquial. Se observarmos no primeiro verso e no último vamos ver exatamente a contrariedade gramatical, onde o esperto, o culto falaria – “dê-me um cigarro”-  mas o camarada ele fala todo dia “me dá um cigarro”. Ou seja, a questão da colocação pronominal, através disso Oswald de Andrade mostra que o objetivo da semana de arte moderna, o objetivo do modernismo era romper com os paradigmas e com os valores pré estabelecidos.