• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

UERJ 2ª FASE – LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA

Obviamente, exigindo mais conteúdo do que a prova que analisamos no último post, a prova específica de Língua Portuguesa e Literatura brasileira cobrou, além da interpretação textual, assuntos como:

  • Voz passiva
  • Classificação das orações
  • Regência Verbal
  • Valor semântico das preposições
  • Valor semântico dos tempos verbais

Vale a pena dar um pulinho lá no Descomplica e rever esses conteúdos!

E enquanto isso, a gente descomplica para você uma das questões da prova!

Descomplicando passo a passo…

  1. Para fazermos a primeira tarefa pedida no exercício  é necessário transformar o termo “Floripes”, que está desempenhando o papel de sujeito, em agente da passiva. Assim, temos:

Floripes serviu-lhe o jantar –> O jantar foi-lhe servido por Floripes

  1. A segunda tarefa pedida se refere à oração “deixou tudo arrumado”. Precisamos colocar um pronome relativo (que) no início da mesma, transformando-a, portanto, em uma oração adjetiva explicativa (já que mantivemos as vírgulas.)

Deixou tudo arrumado –> que deixou tudo arrumado

  1. Como a oração “para dormir no barraco da filha” funciona como um advérbio, dizemos que essa é uma oração subordinada adverbial. E como todos os advérbios, esse tipo de oração também pode expressar diferentes circunstâncias e no caso da questão, ela expressa finalidade. Assim, temos uma oração subordinada adverbial final.

GABARITO:

*O jantar foi-lhe servido por Floripes, que deixou tudo arrumado, e retirou-se para dormir no barraco da filha.

*Oração subordinada adverbial final

Por hoje é isso, galera!

Até a próxima!