• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Site ENEM 2011 ganha mais capacidade, e inscrições não apresentam problemas

Alô galera! Temos enfim uma boa notícia para o ENEM 2011. Depois anos seguidos com problemas, esse ano, ao que parece os vestibulandos podem respirar aliviados. Dá só uma olhada nos dados otimistas que temos até agora:

Diferentemente dos dois últimos anos em que as inscrições para o ENEM foram marcadas por dificuldade de acesso ao site e lentidão no processo, as primeira semana de inscrição para prova deste ano, nos dias 22 e 23 de outubro, não registrou grandes problemas. É bom lembrar que o prazo se encerra às 23h59 de 10 de junho, e você só estará realmente inscrito quando pagar a taxa de R$ 35.

Depois de registrar mais de 2 milhões de inscrições na primeira semana, Andrea Kern, diretora de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais do INEP, diz que a fase mais crítica do processo já passou. Segundo ela, nesta semana deve haver uma queda no número de acessos ao site, seguida por um aumento nos últimos dias. Portanto, é bom não deixar para se inscrever em cima da hora para evitar o congestionamento do site do ENEM.

– No primeiro dia, tivemos um pico de 54 mil de inscrições em uma hora. Se não tivéssemos aumentado a velocidade de conexão de 1 giga do ano passado para 10 gigas neste ano, teríamos um ponto de estrangulamento. Fizemos uma bateria intensa de testes para minimizar todos os problemas possíveis – explica Andrea.

Para garantir o sigilo de avaliações como o ENEM, a presidente do INEP instituiu um comitê de segurança que terá, entre outras funções planejar, acompanhar e atuar nas ações de segurança pública em exames como o ENEM.

Pela primeira vez, a prova também terá o selo do Inmetro, que certificará cada etapa do processo, desde a elaboração das questões até a divulgação dos resultados, como informou Malvina na última semana. Isso tudo com o objetivo de evitar problemas de anos anteriores, como o vazamento do exame, erros de impressão no caderno de perguntas e gabaritos errados.

(via OGlobo Online)