• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Resolução: Questões UFF 2011

Galera, que tal uma descomplicada básica em algumas questões da Prova específica de Língua Portuguesa e Literatura do ano passado? É sempre bom mantermos a prática na resolução de exercícios discursivos. Portanto, boa prova!

Questão 2

O Português do Brasil ainda dispõe de duas possibilidades de regência para o verbo “lembrar”, com o sentido mais usual, de “vir à memória”, diferentes da empregada em: “Não lembro mais do seu rosto…”  (Texto II, linhas 53-54). Reescreva a frase segundo as duas outras possibilidades de regência.

Descomplicando…

O verbo lembrar apresenta duas possibilidades de regência: transitivo direto ou transitivo indireto. Na sua forma pronominal o verbo necessita da preposição (quem se lembra, se lembra DE alguma coisa)

Ex: Eles se lembraram do dia do meu aniversário. (verbo transitivo indireto)

Porém, quando o verbo não está em sua forma pronominal ele não pede preposição, sendo transitivo direto (quem lembra, lembra alguma coisa)

Ex: Ele lembrou o dia do meu aniversário.

Assim, o gabarito da questão seria:

1.Não me lembro mais do seu rosto

2.Não lembro mais o seu rosto

Questão 4

Eu me perco, não repare. É muita coisa na cabeça.  (Texto II, linhas 29-30)

Reescreva os dois períodos em um só, empregando dois conectivos e fazendo apenas os ajustes necessários para manter a semelhança de sentido.

Descomplicando…

Levando em conta os períodos podemos estabelecer as seguintes relações semânticas:

a.oposição e causa

b.consequência

Assim, dentre outras possibilidades, poderíamos reescrever das seguintes formas:

a.Eu me perco mas não repare porque é muita coisa na cabeça.

b.É tanta coisa na cabeça que eu me perco.

Por hoje é só, galera! Semana que vem, voltamos com a resolução da prova discursiva do vestibular desse ano!

A equipe Desconversa deseja a todos um feliz ano novo com muitas boas notícias e sucesso no vestibular! Vamos que vamos!

Até mais!