• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!

A conclusão é o parágrafo final do seu texto. Ela é a responsável por sinalizar que a argumentação acabou.

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!

Por ser a cereja do bolo, é de extrema importância tanto para a estrutura da dissertação argumentativa, quanto para o sentido do texto. A conclusão precisa estar conectada às demais partes, para que haja a famosa coerência textual. Algumas pessoas encontram dificuldades para escrever uma boa conclusão, já que nem sempre é simples organizar o pensamento, saber a hora em que acabamos de argumentar e como amarrar todas essas ideias ao final de uma redação. Por isso, esse resumo te explica o passo a passo para a conclusão deixar de ser um bicho de sete cabeças.

1. Finalização

A conclusão é uma finalização, portanto, não se deve acrescentar nenhum argumento novo. Por isso, é o parágrafo que evidencia o fim do texto através do uso de conectivos conclusivos, como Logo, Portanto, Dessa forma, Sendo assim.

Exemplo de conclusão, tema: Publicidade infantil em questão no Brasil

“Sergio Buarque de Hollanda constatou que o brasileiro é suscetível a influências estrangeiras, e a publicidade atual é a consequência direta da globalização. Por conseguinte é preciso que as crianças, desde pequenas, saibam diferenciar o útil do fútil, sendo preparados para analisar informações advindas do exterior no momento em que observam as propagandas.”

Nesse caso, o conectivo que evidencia a conclusão é o “por conseguinte”.

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!

The End!

 

2. Tese, cadê você?

A conclusão é o espaço em que você deve ratificar o seu posicionamento. Lembra da tese apresentada na introdução e defendida no desenvolvimento? Então, aqui ela será parafraseada, ou seja, reescrita com palavras diferentes, mas de forma que seu sentido seja mantido. Por que isso é importante? Porque você passa o texto inteiro defendendo um ponto de vista, ao final é preciso reafirmá-lo, mostrando que a sua tese realmente teve fundamento.

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!

 

3. Senta aqui, vamos dialogar

A conclusão precisa se relacionar com as demais partes do texto. Por isso, é necessário estabelecer um diálogo entre eles. Isso acontece quando retomamos algum elemento mencionado no desenvolvimento. Essa referência pode acontecer das seguintes maneiras:

  • Sinonímia: que é o uso de sinônimos.
  • Referenciação: que é o uso de conectivos e pronomes, por exemplo.
  • Hipônimos: que é o uso de um termo mais específico em relação a um outro mais geral –  leão é hipônimo de animal.
  • Hiperônimo: Que é o contrário de hipônimo. O termo mais geral retoma o mais específico – ferramenta é hiperônimo de alicate, cerrote, chave de fenda.

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!

 

4. Solução para o problema

A proposta de intervenção são prováveis e possíveis soluções para a problemática apresentada no tema e discutida no texto. Ela deve aparecer na conclusão, como um fechamento para a discussão, onde o candidato mostra que consegue enxergar uma resposta para o problema trabalhado.

Para escrever uma boa Proposta de Intervenção, é preciso evitar ideologias e utopias. A dissertação argumentativa precisa sempre ser objetiva, e tais propostas precisam se mostrar realmente aplicáveis no mundo real. Para isso, é bem visto que se apresente soluções  – a curto e/ou longo prazo – envolvendo diferentes agentes transformadores, como o Governo, as ONGs, a Mídia, o Indivídio, a FAmília, a Escola e a Sociedade (GOMIFES).

O que é a conclusão? De onde veio? Para que serve? Hoje, no Desconversa!