• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

E se a sua dissertação fosse um seriado policial? Saiba como fazer a redação perfeita!

Sabia que sua dissertação tem muito a ver com um seriado policial? Vem cá que a gente te ensina a chegar na nota 1000!

E se a sua dissertação fosse um seriado policial? Saiba como fazer a redação perfeita!

As férias estão acabando e você passou muito tempo vendo os seriados policiais no Netflix, não é mesmo? Então, junte todo esse seu conhecimento para defender um caso e escolha qual das características da dissertação pode te ajudar nisso!

 

1- Introdução

Quem escolhe defender a partir da introdução, mostra a atualidade e a relevância do assunto em questão (tema) e sempre o coloca dentro de um contexto. Além disso, para você conseguir ganhar o caso, não pode deixar de sugerir uma abordagem contra ou a favor, que só vai ser decidida após você observar do que ele está sendo acusado.

E se a sua dissertação fosse um seriado policial? Saiba como fazer a redação perfeita!

Cuidado com a empolgação na hora de defender sua tese.

 

2- Desenvolvimento

Se você optar pela defesa do desenvolvimento, você deve desenvolver apenas uma ideia principal para ser articulada com o todo. Não entendeu? É o seguinte, não adianta você querer falar sobre tudo na primeira pergunta do juiz (ou melhor, sobre a sua tese), você tem que desenvolver apenas uma ideia principal em cada parágrafo que vai ser articulada com o resto do texto.

E se a sua dissertação fosse um seriado policial? Saiba como fazer a redação perfeita!

Um argumento de cada vez, não se esqueça!

 

3- Conclusão

Já a estratégia da conclusão é aquele 99% conclusão mas 1% introdução. Sabe por quê? Porque é quando você vai esclarecer do que o seu cliente está sendo acusado (ou melhor, a sua tese) e, através de uma paráfrase, você deve estabelecer um diálogo com o que você falou no começo da sua defesa (introdução).

E se a sua dissertação fosse um seriado policial? Saiba como fazer a redação perfeita!

Anote: não se esqueça de fazer referência à introdução na conclusão.