• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Questões Comentadas: Leis Ponderais na Química

Leia o resumo Quais são as Leis Ponderais na Química? e resolva os exercícios abaixo.

Questões Comentadas: Leis Ponderais na Química

1.(Fuvest-SP) Os pratos A e B de uma balança foram equilibrados com um pedaço de papel em cada prato e efetuou-se a combustão apenas do material contido no prato A. Esse procedimento foi repetido com palha de aço em lugar de papel. Após cada combustão, observou-se:

Questões Comentadas: Leis Ponderais na Química

              Com papel                                    Com palha de aço

a)      A e B no mesmo nível                 A e B no mesmo nível
b)     A abaixo de B                                 A abaixo de B
c)      A acima de B                                  A acima de B
d)     A acima de B                                  A abaixo de B
e)      A abaixo de B                                A e B no mesmo nível

 

2. (Mack-SP) Uma mistura de 1,5 mol de gás carbônico, 8 g de metano (16 g/mol) e 44,8 L de monóxido de carbono está contida em um balão de 30 L nas CNTP. É correto dizer que

Dado: volume molar nas CNTP = 22,4 L/mol.

a) a pressão parcial do monóxido de carbono é o dobro da do metano.
b) a pressão parcial do metano é o triplo da do gás carbônico.
c) a pressão do gás carbônico é 1/4 da do monóxido de carbono.
d) a pressão parcial do monóxido de carbono é o quádruplo da do metano.
e) a pressão total é igual a 4 atm.

 

3. Observe na tabela a seguir as massas dos reagentes e do produto de uma reação que foram obtidas em várias experiências:

Questões Comentadas: Leis Ponderais na Química

Tabela com dados em exercício sobre a lei das proporções constantes de Proust

Baseado na lei das proporções constantes de Proust, determine os valores de A, B, C, D, E e F, respectivamente:
a) 56g, 68g, 3g, 17g, 6g, 11g
b) 34g, 46g, 20g, 34g, 28g, 5g
c) 56g, 34g, 6g, 34g, 28g, 11g
d)34g, 68g, 3g, 34g, 6g, 11g
e) 46g, 58g, 3g, 17g, 6g, 11g

 

Gabarito

1. D

Resolução passo-a-passo:

Quando o papel é queimado, forma-se gás carbônico e vapor de água que abandonam o sistema (que é aberto), fazendo com que o prato A fique mais leve que o prato B (A acima de B). Já no caso de queimarmos a palha de aço, formam-se óxidos de ferro que permanecem no sistema, fazendo com que o prato B fique mais pesado do que o A (A abaixo de B).

 

2. D

Resolução passo-a-passo:

É necessário calcular a fração da quantidade de matéria (X) de cada gás na mistura. Para tal, precisamos primeiro encontrar os valores da quantidade de matéria (n):

nCO2 = 1,5 mol

Cálculo de nCH4: Cálculo de nCO:

1 mol ——– 16g 1 mol ——– 22,4 L
nCH4 ——— 8g nCO ——— 44,8 L
nCH4 = 0,5 mol nCO = 2,0 mol

Cálculo da fração da quantidade de matéria de cada gás:

XCO2 =            nCO2             
nCO2 + nCH4 + nCO

XCO2 =        1,5          
1,5 + 0,5 + 2,0

XCO2 = 0,375 ou 37,5 % = % em pressão parcial

XCH4 =        nCH4           
nCO2 + nCH4 + nCO

XCH4 =           0,5          
1,5 + 0,5 + 2,0

XCH4 = 0,125 ou 12,5 % = % em pressão parcial

XCO =         nCO            
nCO2 + nCH4 + nCO

XCO =         2,0          
1,5 + 0,5 + 2,0

XCO = 0,5 ou 50 % = % em pressão parcial

A pressão parcial do monóxido de carbono (50%) é o quádruplo da pressão parcial do metano (12,5%).

 

3. A

Resolução passo-a-passo:

A lei de Proust diz que a proporção em massa das substâncias que reagem e que são produzidas em uma reação é fixa, constante e invariável. Assim, se a primeira reação segue a proporção em massa 28 : 6 : 34 , essa proporção deve continuar a ser seguida, veja:

II – A + 12 g → B

O valor da massa de H2 dobrou de 6 g para 12 g, então as massas das outras substâncias também devem dobrar:

II – 56 g + 12 g → 68 g

III – 14 g + C → D

O valor da massa de N2 diminuiu pela metade, de 28 g para 14 g, então as massas das outras substâncias também devem diminuir pela metade:

III – 14 g + 3 g → 17 g

IV – 56 g + E → 34 g + 28 g de N2

Veja que a massa de N2 dobrou (de 28 g para 56 g), no entanto, esse valor que aumentou ficou em excesso e sobrou no final, o que significa que a massa do H2 permaneceu constante em 6 g e reagiu completamente com 28 g de N2.

IV – 56 g + 6 g → 34 g + 28 g de N2

A lei de Proust diz que a proporção em massa das substâncias que reagem e que são produzidas em uma reação é fixa, constante e invariável. Assim, se a primeira reação segue a proporção em massa 28 : 6 : 34 , essa proporção deve continuar a ser seguida, veja:

II – A + 12 g → B

O valor da massa de H2 dobrou de 6 g para 12 g, então as massas das outras substâncias também devem dobrar:

II – 56 g + 12 g → 68 g

III – 14 g + C → D

O valor da massa de N2 diminuiu pela metade, de 28 g para 14 g, então as massas das outras substâncias também devem diminuir pela metade:

III – 14 g + 3 g → 17 g

IV – 56 g + E → 34 g + 28 g de N2

Veja que a massa de N2 dobrou (de 28 g para 56 g), no entanto, esse valor que aumentou ficou em excesso e sobrou no final, o que significa que a massa do H2 permaneceu constante em 6 g e reagiu completamente com 28 g de N2.

IV – 56 g + 6 g → 34 g + 28 g de N2

V – 28 g + F → 34 g + 5 g de H2

Observe que a massa de N2 continuou a mesma, mas como sobraram 5 g de H2, isso quer dizer que esse valor estava em excesso. Assim, foram acrescentados 5 g de H2 aos 6 g que já havia, ficando 11 g:

V – 28 g + 11 g → 34 g + 5 g de H2

V – 28 g + F → 34 g + 5 g de H2

Observe que a massa de N2 continuou a mesma, mas como sobraram 5 g de H2, isso quer dizer que esse valor estava em excesso. Assim, foram acrescentados 5 g de H2 aos 6 g que já havia, ficando 11 g:

V – 28 g + 11 g → 34 g + 5 g de H2