• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Quer descobrir como a Química funciona dentro de um ônibus espacial? Não perca esse resumo!

Que tal tirar a cabeça da lua e levar o corpo inteiro pra lá? Hoje é dia de falar da química nos ônibus espaciais!

Descubra como funciona a Química em um Ônibus Espacial

“E eu acho que minha nave espacial sabe qual caminho percorrer”

Os ônibus espaciais devem carregar tudo que necessitarão durante uma missão, desde combustível até o ar que será respirado pelos astronautas. No caso do ar, são necessários equipamentos que purifique a atmosfera dentro da nave, retirando o gás carbônico, o CO2, produzido. O CO2 é removido através de uma reação com hidróxido de lítio:

CO2(g) + 2LiOH(s) → Li2CO3(s) + H2O(l)

 O oxigênio precisa ser regenerado. Um meio de se remover o gás carbônico e gerar oxigênio são as reações abaixo:

 CO2(g) + 4KO2(s) → 2K2CO3(s) + 3O2(g)

 CO2(g) + 2H2(g) → C(s) + 2H2O(l)

Descubra como funciona a Química em um Ônibus Espacial

Os veículos espaciais são movidos pelo impulso gerado pelos gases produzidos durante a combustão. Então as naves precisam levar tanto o combustível quanto o oxidante. Durante a decolagem de uma nave existe um tanque específico com um combustível que auxilia em sua propulsão. A reação que ocorre nesta propulsão é:

3NH4ClO4(s) + 3Al(s) → Al2O3(s) + AlCl3(s) + 6H2O(g) + 3NO(g)

 Após esses tanques ficarem vazios, eles são ejetados. Existe então outro tanque que contém hidrogênio e oxigênio líquidos, que quando queimam produzem vapor de água:

 2H2(l) + O2(l) → 2H2O(g)

Descubra como funciona a Química em um Ônibus Espacial

Agora você está definitivamente preparado para viajar ao espaço!

Entendeu, galerinha? Então até a próxima!