• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Aqui não tem “Química do Mal”: veja 5 assuntos que você definitivamente deve estudar para a Fuvest

Vamos listar os principais assuntos de Química para você arrasar na Fuvest! Vamos lá?

fuvest fuvest fuvest fuvest fuvest fuvest

Antes de entrarmos nos assuntos, faremos um apanhado geral da prova, que parece um pouco com as provas do Enem. Tem sempre uma “história” até chegar à pergunta da questão. Preparados para conhecer os temas que são queridinhos da Fuvest?

CONFIRA OS ASSUNTOS QUE MAIS APARECERAM NAS PROVAS ANTERIORES DA FUVEST

Em 5º lugar: Tabela periódica

O que pode cair: Propriedades periódicas, nomenclatura das famílias.

Geralmente, a prova da Fuvest cita alguns elementos da tabela periódica e pergunta algumas de suas características e/ou família e período. Às vezes faz o contrário; diz a família e período e pede para achar qual o elemento. Uma abordagem muito conhecida também são as propriedades periódicas, na qual a partir da localização de elementos na tabela periódica é possível comparar características como raio atômico, eletronegatividade, caráter metálico e outras.

 Em 4º Lugar: Oxirredução

O que pode cair: pilhas, eletrólise, reações de oxirredução, balanceamento.

A maioria das questões envolvem pilhas. Através delas, pede-se para balancear e/ou identificar qual o cátodo e qual o ânodo; qual sofre oxidação e redução; qual o fluxo de elétrons; ou até mesmo pedir a representação esquemática de uma pilha.

 

Em 3º Lugar: Reações Inorgânicas

O que pode cair: Reação de neutralização, dupla troca, combustão.

O tipo de reação que mais se pede é a reação de neutralização de ácido com base. Por exemplo, a questão dá o ácido e a base e pergunta qual o sal formado. Caso a questão seja um pouco mais exigente, ela pode passar para o campo quantitativo e te fornecer valores de concentração para que você relacione quantitativamente uma reação de neutralização. Grandezas envolvidas: concentração molar; concentração comum, massa; número de mols; volume.

 

 Em 2º Lugar: Estequiometria

O que pode cair: Balanceamento de reações, cálculos químicos, concentração, pureza e rendimento.

Praticamente todas as questões de química envolvem balanceamento de reações. As questões específicas de estequiometria envolvem proporção de um participante da reação com o outro, ou seja, a proporção de quantidade de mols de um participante que reage com uma quantidade de mols de outro participante. Em questões como essa o primeiro passo a se dar (caso não seja fornecida) é definir e balancear a reação que está sendo proposta.

 

E em 1º Lugar: Química Orgânica

O que pode cair: Nomenclatura, identificação de grupos funcionais, isomeria.

Como em todos os vestibulares, o que mais é cobrado de Química Orgânica é a identificação de isômeros e de grupos funcionais (álcool, cetonas, aminas, etc.). Geralmente, é colocado na questão algum exemplo de molécula – sempre moléculas grandes – e pede-se para identificar quais os grupos funcionais que estão presentes nela. Em questões de isomeria, geralmente o enunciado apresenta algumas moléculas ou fórmulas moleculares e pede para que você relacione quais compostos são isômeros.

 

Satisfeito com o nosso pódio? Deixe seu comentário, mas não deixe de estudar! 😀