• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Questões Comentadas: Classes Gramaticais – Conjunção

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Conjunções” e resolva os exercícios abaixo.

ef5f02f638214b86841d1d83fefeeebe

1. Considere a sentença abaixo:

Marcos enfrentou congestionamento no trânsito e perdeu o início da reunião.

As duas orações do período estão unidas pela conjunção “e”, que, nesse caso, além de indicar ideia de adição, também indica ideia de:

a) condição
b) oposição
c) consequência
d) adversidade
e) união

 

2. “Não me aguardem, porque não poderei chegar a tempo.” Neste período a conjunção em destaque estabelece uma relação de:

a) adição
b) oposição
c) alternância
d) explicação
e) conclusão

 

3. (PUC-SP) No período: “Da própria garganta saiu um grito de admiração, que Cirino acompanhou, embora com menos entusiasmo”, a palavra destacada expressa uma ideia de:

a) explicação
b) concessão
c) comparação
d) modo
e) consequência

 

4. Quanto mais vemos o que há de bom em nós, mais vemos o que há de bom nos demais”.

Existe no período composto acima, uma clara relação de:

a) conformidade
b) causalidade
c) proporcionalidade
d) comparação
e) tempo

 

5. (PUC-SP)  Em: “… ouviam-se amplos bocejos, fortes como o marulhar das ondas…” a partícula como expressa uma ideia de:

a) comparação
b) causa
c) explicação
d) conclusão
e) proporção

 

6. (AFR-Vunesp) A alternativa que substitui, correta e respectivamente, as conjunções ou locuções em destaque nos períodos abaixo é:

I. Visto que pretende deixar-nos, preparamos uma festa de despedia.
II. Terá sucesso, contanto que tenha amigos influentes.
III. Casaram-se e viveram felizes, tudo como estava escrito nas estrelas.
IV. Foi transferido, portanto não nos veremos com muita frequência.

a) porque, mesmo que, segundo, ainda que
b) como, desde que, conforme, logo
c) quando, caso, segundo, tão logo
d) salvo se, a menos que, conforme, pois
e) pois, mesmo que, segundo, entretanto

 

GABARITO

1. C

Comentário: Dependendo do contexto, uma mesma conjunção pode estabelecer relações diferentes entre as orações. É o que o ocorre com o e no período em questão, atuando como uma conjunção consecutiva, uma vez que expressa a ideia de consequência, de resultado. Pode ser substituída por outra de igual valor, como aqui: Marcos enfrentou congestionamento no trânsito, tanto que perdeu o início da reunião.

 

2. D

Comentário: A conjunção estabelece uma relação de explicação. As conjunções que pertencem a esse grupo, como o próprio nome sugere, explicam, dão um motivo ou razão. As principais conjunções explicativas são: que, porque, pois (anteposto ao verbo), porquanto.

 

3. B

Comentário: A ideia expressa pela palavra é a de concessão, por se tratar de uma conjunção concessiva. As conjunções que pertencem a essa classificação introduzem uma oração que expressa ideia contrária à da principal, sem, entretanto, impedir sua realização.

 

4. C

Comentário: A relação é a de proporcionalidade. As conjunções proporcionais iniciam uma oração subordinada que exprime um fato realizado ou simultâneo ao declarado na oração principal.

 

5. A

Comentário: A palavra como, dependendo do contexto, pode expressar vários significados. No período em questão, empregada como conjunção, introduz uma oração com ideia de comparação com um elemento da oração principal. Trata-se, nesse caso, de uma conjunção comparativa.

 

6. B

Comentário: Respectivamente, tanto as conjunções grifadas quando as que as substituem, mantendo o significado, expressam a ideia de: causa, condição, conformidade e conclusão.