• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Questões comentadas: Advérbio e Interjeição

1. (UM-SP) Na frase “As negociações estariam meio abertas só depois de meio período de trabalho”, as palavras destacadas são, respectivamente:

a)adjetivo, adjetivo
b)advérbio, advérbio
c)advérbio, adjetivo
d) numeral, adjetivo
e)numeral, advérbio

Gabarito: B

Comentário: A palavra “meio” destacada tem o sentido de ”mais ou menos”, e não de ”metade”, por isso trata-se de um advérbio (modifica o verbo estar), ao contrário do que acontece com o outro vocábulo meio que se encontra na frase: esse sim um numeral, pois dá a ideia de metade de um período; já a palavra ”depois”, que também é um advérbio, está indicando um tempo.

2. (UFC) A opção em que há um advérbio exprimindo circunstância de tempo é:
a) Possivelmente viajarei para São Paulo.
b) Maria tinha aproximadamente 15 anos.
c) As tarefas foram executadas concomitantemente.
d) Os resultados chegaram demasiadamente atrasados.

Gabarito: C

Comentário: O vocábulo concomitante tem por significado o ”que acontece ao mesmo tempo que outra coisa”; ”simultaneamente”.

3. Morfologicamente, a expressão sublinhada na frase abaixo é classificada como locução:
“Estava à toa na vida…”
a) adjetiva
b) adverbial
c) prepositiva
d) conjuntiva
e) substantiva

Gabarito: B

Comentário: À toa, locução adverbial de modo, significa “a esmo, sem objetivo definido, sem proveito”. É válido também destacar que há a expressão à-toa, com o hífen, cujo significado é “desprezível, sem importância, inútil”. Trata-se, aqui, de uma locução adjetiva.

4. Qual das frases abaixo possui advérbio de modo?
a) Realmente ela errou.
b) Antigamente era mais pacato o mundo.
c) Lá está teu primo.
d) Ela fala bem.
e) Estava bem cansado.

Gabarito: D

Comentário: Por modificar o verbo presente na oração e expressar a maneira como ela fala, bem é um advérbio de modo.

5. Qual dos sentidos das interjeições está correto?
a) Credo! – Repulsa
b) Vamos! – Dúvida
c) Puxa! – Intenção
e) Viva! – Alívio

Gabarito: A

Comentário: Credo corresponde ao que se quer expressar: repugnância, aversão. As demais não estão em consonância com o que se relacionam. Vamos!, por exemplo, expressa certeza; puxa! espanto ou admiração e viva! alegria ou satisfação.