• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Mapa Mental: Coesão Textual

Aprenda tudo sobre Coesão Textual com este mapa mental e se prepare! Você vai mandar muito bem na escola e no seu vestibular! 🙂

coesão textual

Você já aprendeu, na aula, no resumo e na monitoria sobre o Exame da Banca do ENEM, que, na prova, há cinco competências que analisam a sua redação, certo? Dentro dessas cinco competências, uma das mais importantes, que, de certa forma, tem conexão com uma outra também muito interessante – a Coerência -, é a quatro, de análise da Coesão Textual. Nosso trabalho, hoje, é discutir esse critério, conhecê-lo melhor, entender o que o ENEM quer que você faça e, é claro, evitar erros. Antes disso tudo, porém, precisamos dar uma passada pelo conceito e pela tipologia dessa coesão, a fim de conhecermos melhor o que é esse ponto tão importante na nossa redação. Vamos juntos?

O que é Coesão Textual?

De forma bem objetiva, a Coesão Textual é uma expressão formal de uma outra competência muito importante: a três, que trata de Coerência Textual. Coerência tem relação com sentido, ou seja, se seu texto segue uma linha de raciocínio – se você não contradiz seus argumentos, por exemplo – e apresenta uma fundamentação consistente, podemos dizer que você está num bom caminho. A Coesão, então, é a expressão dessa Coerência no papel. Sim, com palavras. Isso acontece de duas formas: evitando repetições ao longo do texto e, é claro, conectando as partes desse texto. Essas duas formas são as famosas Coesão Referencial Coesão Sequencial, respectivamente. Vamos falar um pouco delas?

SAIBA TUDO SOBRE COESÃO TEXTUAL COM ESTE RESUMO COMPLETO!

Talvez vocês ainda não tenham ouvido o termo “operadores argumentativos” propriamente dito, mas, com certeza, sabem do que se trata. Querem ver? Vamos falar um pouco sobre eles! Conceituando, brevemente: São estruturas linguísticas responsáveis pela ligação/coesão entre as sentenças. Têm por função também ressaltar a força argumentativa dos enunciados e o sentido para o qual apontam. Logo, ao fazer essa ligação, podem indicar relação de causa, conseqüência, conclusão, oposição, finalidade, soma de idéias e etc. Por isso, existem diversos tipos de operadores que proporcionam diferentes sentidos aos textos. Vejamos os exemplos:

  • Pedro vai trabalhar, pois precisa de dinheiro. (explicação/causa)
  • Pedro vai trabalhar… Portanto, receberá um salário. (conclusão)
  • Pedro vai trabalhar, mas viajará no fim de semana. (oposição)
  • Pedro vai trabalhar para ganhar dinheiro. (finalidade)

QUER SABER MAIS? CLIQUE AQUI E DESCUBRA TUDO SOBRE OPERADORES ARGUMENTATIVOS E COESÃO TEXTUAL! 

Agora que você já sabe tudo sobre coesão textual, confira nosso gabarito ENEM 2015!