• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Esse resumo te ajuda a entender os vícios de linguagem que você mal conhece, mas que te consideram “pacas”!

Quando criança, você provavelmente já soltou as seguintes frases: “Vou entrar para dentro” ou “Vou sair para fora” e alguém próximo a você deve ter soltado uma gargalhada por conta disso. Hoje em dia você deve saber o porquê das risadas, mas não custa darmos uma relembrada, não é?

Essas famosas expressões, tão enfatizadas nos discursos orais, causam uma repetição desnecessária. São parte do que chamamos vícios de linguagem. A reflexão é bem simples: muitas vezes, essas expressões ocorrem devido a falta de conhecimento do falante com as normas gramaticais ou por um simples descuido. Quando isso ocorre, chamamos de vícios de linguagem. Existem várias classificações para isso e veremos algumas delas a seguir.

Você se lembra das primeiras expressões citadas neste resumo: “Vou entrar para dentro” e “Vou sair pra fora“? Elas são classificadas como Pleonasmo, ou seja, a repetição desnecessária de uma informação. Existem também outros exemplos, como “surpresa inesperada” ou “hemorragia de sangue“. Fique atento: pleonasmo é também uma figura de linguagem!

Outra classificação também muito conhecida é a chamada Barbarismo. Essa advém do ato de grafarmos ou pronunciarmos uma palavra que não está de acordo com a norma culta. Por exemplo, você já deve ter escutado alguém pronunciado “rúbrica” com a tonicidade na primeira sílaba; entretanto, o certo a se dizer é rubrica, sem tonicidade na sílaba “ru“. Outro caso de destaque é o erro na pronúncia dos fonemas. Já ouviu alguém falando “poblema” ao invés de “problema”? É caso de barbarismo!

Há ainda mais um caso que devemos citar: a Colisão. Trata-se da aproximação de sons consonantais idênticos ou semelhantes. Quer um exemplo bem conhecido? “O rato roeu a roupa do rei de Roma”. Desse jeito fica fácil memorizar! ;]

Matamos as suas dúvidas sobre vícios de linguagem? Qualquer dúvida adicional pode ser deixada aqui nos comentários! 😀