• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Exercício Resolvido: Arcadismo

Para responder essa questão, assista uma aula sobre Arcadismo.

1. (UNESP – adaptada) A questão a seguir toma por base um soneto do poeta neoclássico português Bocage (Manuel Maria Barbosa du Bocage, 1765-1805).

LXIV

CONTRASTE ENTRE A VIDA CAMPESTRE E A DAS CIDADES

Nos campos o vilão sem sustos passa,
Inquieto na corte o nobre mora;
O que é ser infeliz aquele ignora,
Este encontra nas pompas a desgraça:

Aquele canta e ri; não se embaraça
Com essas coisas vãs que o mundo adora:
Este (oh cega ambição!) mil vezes chora,
Porque não acha bem que o satisfaça:

Aquele dorme em paz no chão deitado,
Este no ebúrneo leito precioso
Nutre, exaspera velador cuidado:

Triste, sai do palácio majestoso;
Se hás de ser cortesão, mas desgraçado,
Antes ser camponês, e venturoso.

(Bocage, Obras de Bocage. Porto: Lello & Irmão-Editores, 1968.)

O tema do soneto apresentado, do neoclássico português Bocage, se enquadra numa das linhas temáticas características do período literário denominado Neoclassicismo ou Arcadismo. Aponte essa linha temática, comprovando com elementos do próprio poema.

 

 

 

GABARITO 
1. Em trechos do poema de Bocage, como “Nos campos o vilão sem sustos passa” e “Antes ser camponês, e venturoso”, revelam uma aproximação do eu lírico com a natureza e o sentimento bucólico, que consiste em exaltar a vida no campo e a simplicidade da vida pastoril, aspectos estes, característicos da escola literária árcade. Além disso, percebe-se no trecho “Aquele dorme em paz no chão deitado”, um desapego aos bens materiais, propícios do termo em latim Inutilia Truncat.