• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Veja em 4 etapas como o Facebook e Adam Smith podem te ensinar tudo sobre o Liberalismo Econômico

Eu sei que você é um vestibulando sério, compromissado com seus estudos, dedicado e apaixonado pelo Descomplica. Mesmo assim você ainda dá aquela escapadinha e vai fuxicar os outros no Facebook né. Mas olha vejam só, sabia que você pode comparar o Face com o Liberalismo Econômico de Adam Smith? Confere aqui então!

 

1. Meu perfil é propriedade privada

É importante que você saiba que a principal teoria de Adam Smith, publicada no livro “Riqueza das Nações”, lá no século XVIII, é a questão da propriedade privada. Desde a formação do Estado Moderno na Europa a propriedade de um “bem” pertencia ao Rei. Adam Smith defende a ideia de propriedade particular, ou seja, é um direito seu de ter a posse em suas mãos, sem interferência do Estado. Tal como seu perfil no Facebook: você edita, você publica, você controla, você apaga, ou seja, você é dono daquilo.

Facebook e Adam Smith ensinam sobre Liberalismo. Duvida?

Sempre esperando por uma notificação.

 

2. Livre-concorrência em busca da melhor foto

Você sempre deseja receber um “like” em uma foto que você postou. Óbvio, ninguém duvida disso, relaxa! Mas pense só, assim como você sempre está buscando pela melhor foto para alcançar mais likes, o liberalismo econômico defende a oferta de produtos para que se possa alcançar maior lucratividade. É isso mesmo! Ao invés de “likes”, os empresários queriam mais dinheiro, e isso seria alcançado através do lucro da venda de seus produtos.

Facebook e Adam Smith ensinam sobre Liberalismo. Duvida?

Amigos sempre tentam entrar na selfie para serem marcados depois.

 

3. Mínima interferência do Estado (ou do Mark)

Como disse o Item número 1, a propriedade deveria estar nas mãos de particulares, com mínima interferência do Estado na economia. O Estado estaria presente para manter o funcionamento político e social, julgando aqueles que desviassem seu comportamento. Hoje, quando você posta algo no seu Facebook, não tem que a aprovação do Mark para ser publicado, reforçando a ideia de propriedade privada. A não ser que você esteja publicando algum conteúdo impróprio, aí sim sofrerá uma interferência

Facebook e Adam Smith ensinam sobre Liberalismo. Duvida?

Não gostamos de ser vigiados e nem censurados, não é?

 

4. Redução de monopólios e também de marcações em fotos

Tudo o que você mais quer é entrar no seu Facebook e não ter aquele foto que você saiu horrível marcada ou publicada. Pois é, o nome disso é monopólio. Você está na foto, então nada mais justo do que você também ter o controle sobre ela. Assim que funcionava no Antigo Regime, o Estado monopolizava as ações comerciais, não permitindo que a sociedade participasse.

Facebook e Adam Smith ensinam sobre Liberalismo. Duvida?

Tenta monopolizar a foto pra ver só!

 

Continue estudando Liberalismo Econômico: ainda tem resumo, questões comentadas e mapa mental para fixar os conhecimento sobre o assunto! Estude com a Família Descomplica e gabarite o ENEM e vestibulares! <3